Muitos telespectadores ficaram muito felizes ao saberem da volta da 'Escolinha do Professor Raimundo', um dos humorísticos de maior sucesso da Rede Globo de Televisão. O programa gerou atrações parecidas em outros canais e era o preferido de seu criador, Chico Anysio, que faleceu em 2012. A informação foi contada pela última mulher do humorista, Malga de Paula. Mostrando que não está completamente feliz com o remake do humorístico, que dessa vez é comandado por um dos filhos de Chico, Bruno Mazzeo, Malga usou o Instagram neste sábado, 26, para publicar um desabafo..

Publicidade

Publicidade

A publicação foi feita em uma página decida a memória do humorista. E viúva do artista lamentou que a #Rede Globo de Televisão tenha tirado o programa do ar no passado. Ela disse também que Chico Anysio teria feito diversos pedidos para voltar a apresentá-lo, mas que nunca foi ouvido. 

Na mensagem, Malga diz que o 'Professor Raimundo' era de todos, o personagem mais querido por seu marido. Ela lembrou que o programa foi um sucesso na Globo durante décadas A atração foi retirada do ar apenas há três meses de Chico completar 50 anos de profissão. Nos anos seguintes a saída da atração do ar, o comediante teria implorado para a emissora rever a decisão. Ao todo, foram dez anos tentando. "Ele nunca mais teve a oportunidade de interpretar o personagem que tanto amava", lamentou Malga. 

De acordo com a viúva de Chico, a Globo teria dito na época que a 'Escolinha' saiu do ar porque seria um humor velho, mas que seu marido nunca concordara com tal afirmação.

Publicidade

Anos depois, com a alta audiência da atração e a possibilidade dela agora ser exibida após o 'Fantástico', Malga desabafou e disse que Chico estava certo e a Globo errada.

No início do ano, Malga já tinha feito um protesto quando o 'Vídeo Show' começou a exibir os melhores trechos da 'Escolinha do Professor Raimundo'. Ela disse que o quadro não era uma homenagem, mas sim bom, do contrário, não seria reexibido. "Está no ar porque é boa, porque vende e da audiência", afirmou na época.  #Famosos