É isso mesmo, Safadômetro. A "ferramenta" virou hit nas redes sociais e verifica o grau de safadeza de um indivíduo.

Como tudo começou?

A mulher do professor de cursos de tecnologia da Universidade Federal do Ceará (UFC), em Quixadá, Jefferson de Carvalho, ouviu a música Aquele 1%, cantada pela dupla sertaneja Marcos e Belutti e que tem a participação do forrozeiro Wesley Safadão e adorou. Então sugeriu para o maridão elaborar uma questão de lógica, sobre o Safadão, para segundo ela, "desopilar a aula".

O professor Jefferson mesmo confessando não ser fã nem dos sertanejos, nem do Safadão, diz que a música é divertida e que faz enorme sucesso.

Publicidade
Publicidade

O mestre então, misturou a solicitação da esposa, com a bem sucedida 'Aquele 1%' e a necessidade de chamar a atenção de seus alunos, para a matemática, que na opinião dele, espanta os alunos. Jefferson considera um desafio ensinar programação, principalmente quando os exercícios envolvem matemática. Daí a usar a criatividade para "prender" os alunos, foi um pulo.

A primeira medida foi substituir a palavra "vagabundo", da canção original, por "safadeza", pois considera "vagabundo", muito forte para uma questão de prova.

O exercício proposto pede para calcular o percentual de anjo e de safado de uma pessoa, a partir de sua data de nascimento e da função matemática "wesley_safadão", dada na elaboração do enunciado da questão. O professor menciona, no exercício, o refrão da música, que diz que um homem é 99% anjo, mas que tem aquele 1% vagabundo.

Publicidade

Jefferson causou furor entre seus alunos, que acharam a questão "massa" e acordaram por causa de Safadão, que é considerado o "deus do forró", "metal safado" e "mito".

Nem todos os alunos acertaram a questão, mas o professor se disse satisfeito de ter conseguido aproximar a linguagem de programação à linguagem dos jovens. 

A ideia da questão fez tanto sucesso que caiu na rede. Repercutiu nas redes sociais e motivou a criação de algumas páginas na web que "calculam" a safadeza de alguém, a partir do Safadômetro. Mais uma dessas bobagens que divertem e viram hit, na internet. Foto: tweetar #Famosos #Internet #Comportamento