Do mesmo jeito que Juliano demorou a acreditar que Zé Maria era um bandido, agora é Tóia quem cai na real e descobre que seu marido Romero também faz parte da facção. Assim, chega o momento de mais um acerto de contas entre os filhos de Djanira em #A Regra do Jogo!

Assim que Romero é desmascarado, Tóia humilha o marido na prisão. Ela não perdoa ter sido enganada e decide ir fundo em todos os acontecimentos que envolveram o ongueiro. Assim, o site Notícias da TV adianta que o próximo passo da morena é investigar o crime que teria sido cometido por Juliano. Ela procura o Bola, no Morro da Macaca, e o garoto confessa que foi Romero quem o convenceu a colocar drogas na mochila de Juliano.

Publicidade
Publicidade

Tóia fica ainda mais enfurecida por ter sido enganada por tanto tempo, e desconta toda sua decepção no marido. Apesar de Romero ter decidido sair da facção quando descobriu que seria papai, a verdade é que o ongueiro nunca deixou a vida de crimes. Então, Juliano é reconhecido como a principal vítima do ex-vereador e Tóia resolve pedir perdão imediatamente.

A gerente da boate vai até a escolinha procurar Juliano. Ela olha para o ex e mostra seu arrependimento: "eu duvidei de você! Acreditei no Romero, o monstro que acabou com a minha vida". Tóia começa a chorar, dizendo que tem muita raiva de si mesma e reconhece que foi injusta com o ex-noivo. "Como eu pude, Juliano? Como eu pude desconfiar de você? Meu amor, meu melhor amigo? Não consigo explicar", desabafa a jovem.

Tóia continua a conversa dizendo que não consegue entender como pode ter sido enganada e conclui que Romero parece ter feito uma lavagem cerebral. Em seguida, ela pede o perdão do lutador e reconhece que não merece ter desculpada.

Publicidade

Então ela ameaça se ajoelhar e Juliano interfere. O rapaz demonstra carinho pela ex e Tóia continua seu desabafo confessando que tem muita vergonha de tê-lo acusado.

Juliano consola Tóia, passa a mão em seus cabelos e afirma que eles têm muito pela frente. O lutador coloca toda a culpa nas armações de Romero e conclui que o bandido conseguiu acabar com a confiança entre eles de maneira muito certeira. Para ele, o ex-vereador fez tudo isso para ficar com a herança da esposa e, também, para se vingar de Djanira - já que a mãe o abandonou.

Então chega o momento tenso da conversa: Tóia conta que espera um filho de Romero. “Não posso pedir que você aceite ficar comigo, convivendo com a sombra eterna do Romero entre a gente", conclui a moça. Mas Juliano afirma que a criança não tem culpa de nada e ainda se identifica com o bebê, dizendo que ambos são filhos de bandidos da facção. Mas toda a compreensão do lutador acaba assustando Tóia e ela foge, argumentando que precisa ficar sozinha. #Entretenimento #Novelas