#Justin Bieber e toda sua popularidade tem sido usada pelo Estado Islâmico para espalhar o medo e a sua mensagem de terror e de ódio. Tal como garante o site “Notícias ao Minuto”, essa estratégia tem sido muito usada pelo #Estado Islâmico para conseguir chegar mais rapidamente ao público mais jovem, nesse caso do cantor canadense. Com o hashtag #JustinBieber, o grupo conseguiu que seu vídeo de terror e de morte fosse visto por milhares de jovens e crianças que gostam do cantor, algo que fez soar todos os alarmes da comunidade internacional.

O Estado Islâmico já foi considerado o grupo terrorista mais perigoso do mundo, não pela quantidade de mortes que provocou no mundo Ocidental, mas por ser o primeiro a usar a força da Internet e sobretudo das redes sociais para espalhar sua mensagem de uma forma muito eficaz para milhões de pessoas, conseguindo assim recrutar milhares de pessoas por ano para a Síria.

Publicidade
Publicidade

Com esse pensamento em mente, o maior grupo terrorista do mundo escolheu os “beliebers” para ser o seu próximo alvo na tentativa de espalharem o pânico e atingirem os mais jovens, podendo até tentando aliciá-los para se juntarem ao Estado Islâmico na Síria. Tal como informa o site “Notícias ao Minuto”, é através do Twitter que essa estratégia está sendo utilizada pelos terroristas que conseguiram usar a popularidade de Justin Bieber para seu próprio proveito, não se importando que milhares de crianças possam ver seu vídeo recheado de ódio, morte e fanatismo.

Rapidamente, depois de ter tido conhecimento sobre o incidente grave, Justin Bieber respondeu e tentou defender ao máximo seus fãs, sobretudo os mais jovens, revelando que não tem qualquer tipo de receio do Estado Islâmico. Contudo, assim como é aconselhado pela comunidade internacional, o alerta que os terrorista estão usando o nome de Justin Bieber no Twitter para mostrarem seus vídeos horrendos deve ser partilhado pelo máximo de “beliebers” possível para que nenhum jovem acabe vendo um dos muitos vídeos lançados pelo Estado Islâmico.

Publicidade

Para a segurança desses jovens é importante partilhar entre os fãs o que está acontecendo e a informação presente no texto, mostrando novamente ao mundo que a união dos “beliebers” é mais forte do que qualquer tipo de ódio ou terrorismo no mundo. Só assim não haverá mais fãs vítimas da estratégia dos terroristas. #Terrorismo