Jamie Dornan já pode ser identificado como Chistian Grey, seu personagem de maior sucesso. O galã dos #Livros da trilogia de E. L. James se encaixou muito bem ao ator - em 50 tons de muito talento. Assim, o público reconheceu o bom trabalho e o filme Cinquenta Tons de Cinza bateu recordes de bilheteria em todo o mundo. Mas tanto sucesso também trouxe preocupações ao protagonista da saga. Apesar de Christian Grey não ter sido o personagem mais desafiador de Dornan, ele com certeza o apresentou para o mundo e isso deixa marcas. 

Em primeiro lugar, Jamie Dornan já revelou que dar vida a Christian Grey foi uma responsabilidade muito grande, pois tinha o peso de - tentar - atender às expectativas das 100 milhões de pessoas que leram o livro Cinquenta Tons de Cinza. Assim, Jamie Dornan conta que sua técnica é aplacar os medos com realismo.

Publicidade
Publicidade

"Eu vou ter sorte se metade desse número estiver feliz comigo atuando como Christian Grey", descreveu o ator.

Mas a maior apreensão do galã irlandês não se limita ao medo de ser rejeitado. Segundo o Movie Pilot, Jamie Dornan vem ponderando outros riscos. Por coincidência, Christian Grey não é seu único personagem forte e controverso. Vale lembrar que Dornan também interpretou um "psicopata" em The Fall. O personagem é um serial killer perturbador. Já Grey tem algumas ações questionáveis durante sua saga na trilogia 50 Tons e, enquanto o amor não o tornou uma pessoa melhor, muita coisa questionável acontece nessa famosa história!

Pensando nisso, o Jamie Dornan avalia seu personagem como um "bastardo psicopata doente", principalmente no enredo de seu próximo filme Cinquenta Tons Mais Escuros. Então, o galã irlandês teme ficar marcado como como o intérprete de apenas esse tipo de personagem.

Publicidade

"Eu me considero muito fácil de lidar para continuar interpretando bastardos psicopatas doentes!", avalia.

Assim, Dornan explica que aceitar o desafio de dar vida a Christian Grey é um risco considerável para sua carreira. "Isso meio que me preocupa, às vezes, sobre o quão confortável eu estou nessa zona", conta ele. Mas, "(o risco) não faz mal se é para estar em um filme que faz meio bilhão de dólares", pondera o ator.  Enfim, para grande parte dos fãs de Christian na telona, o importante é que - no final - o amor sempre vence. E o público poderá conferir esse trabalho na estreia mundial de Cinquenta Tons Mais Escuros, em fevereiro de 2017. #Entretenimento #Cinema