O apresentador Fausto Silva usou mais uma vez o seu 'Domingão' neste domingo, 03, para fazer críticas sobre a política brasileira. Ao receber a cantora Alcione que comemorou 45 anos de sucesso, o comunicador da Rede Globo de Televisão quis saber o que ela esperava para o país em um ano que promete ser muito conturbado. "Faustão, eu acredito que depois de meia noite o dia clareia. Então não dá para ficar pior do que já está. Eu acredito, eu peço para que os governantes trabalhem bastante em prol de todos nós. Tenho certeza que a maioria dos brasileiros será de alguma forma assistida e ficará bem", disse a cantora, que em seguida foi interrompida pelo jornalista do 'Domingão', que se mostrou mais uma vez insatisfeito com atos do governo.

Publicidade
Publicidade

Sem citar #Dilma Rousseff, qualquer governador ou prefeito, Fausto Silva disse que até há um certo tempo, a população de nosso país era conhecida por ser extremamente passiva quando o assunto era política, importando-se mais com assuntos mais amenos, como futebol e samba, mas que isso tem mudado. "O brasileiro não é mais feliz, o que deixava ele assim não deixa mais, agora as pessoas querem melhorar de vida, não querem ser prejudicadas pela corrupção e por erros", disse Faustão. 

Não é a primeira vez que Fausto faz desabafos sobre política. Praticamente todas as semanas ele tem dado espaço ao tema. Em entrevista recente ao jornalista Leo Dias, o apresentador disse que tem obrigação de se posicional, que isso nem sempre acontecia antes porque não era tão necessário, mas que no atual momento, seria um erro ele não dar uma opinião e espaço para o debate em seu programa. 

Durante a premiação do 'Melhores do ano', a atriz Cássia Kiss, que interpretou Djanira em 'A Regra do Jogo', fez um desabafo contra o governo federal.

Publicidade

Ela pediu que os governantes se perguntem para servem seus cargos e que acabasse a corrupção. O grito da atriz foi corroborado por alguns colegas, levou a plateia do dominical à loucura e repercutiu como pólvora em toda a imprensa.  #Crise #Impeachment