Que 2015 vai entrar para a história da televisão brasileira não é novidade. Em um ano de crise, as emissoras planejaram muito, mas fizeram tudo de última hora, na base do improviso, o famoso "jeitinho brasileiro". Repleto de surpresas boas para algumas e desagradáveis para outras, o ano de 2015 está chegando ao fim e muitos sites e colunistas #Famosos decidem fazer  a sua retrospectiva do ano.

Foi o que aconteceu com a renomada jornalista global Patrícia Kogut. A jornalista fez a sua retrospectiva de 2015, com programas que o grande público nem sabe onde passa e claro as novelas, que arrebatam multidões para a frente da televisão.

Publicidade
Publicidade

Como de costume as novelas da Globo - que geralmente são sucesso - foram colocadas na retrospectiva, as novelas de sucesso, óbvio, já que esse ano nem tudo foi sucesso na platinada.

O fato curioso é que a jornalista além de não citar a fracassada novela Babilônia - já que eram somente os programas que se destacaram em 2015 -, também não citou o fenômeno bíblico da Record, que virou o xodó dos brasileiros e foi responsável por fazer a novela das nove da Globo, virar novela das dez - já que estava começando quase às dez horas da noite -, além de outras proezas que a novela conseguiu, como liderar em diversas capitais e vencer os dois produtos mais fortes da grade global.

Mesmo com tantos feitos alcançados pela novela, a jornalista não incluiu a trama nos acontecimentos do ano na televisão em 2015.

Publicidade

Atitudes assim deixam claro o egoísmo dos jornalistas globais e até da emissora mesmo - que não gosta nem mesmo de citar a concorrência -, afinal qual o sentido de se fazer uma retrospectiva dos acontecimentos do ano na televisão e NÃO colocar alguns acontecimentos simplesmente por eles serem da concorrência? Se não pode citar a concorrência, porque não colocar só "acontecimentos da Globo em 2015"?  A concorrência em todo área sempre é saudável, para as empresas que procuram melhorar a cada dia para levar o que tem de melhor e da melhor maneira para seus clientes.   #Entretenimento #Rede Globo