O circo está pegando fogo no 'Big Brother Brasil 16'. Depois de ter sido chamado de pedófilo pela jornalista Ana Paula, o designer de tatuagem Laércio decidiu reagir. Ele foi conversar com outros brothers para ver se sua decisão era a mais correta. Laércio disse que tomará providências. Ele quer que Ana Paula seja expulsa do programa. Em um papo franco com Daniel, o designer revelou que via tentar colocar a acusação da sister dentro das regras do programa, dizendo que ser chamado de pedófilo é uma injúria e difamação. Ao falar sobre o caso, o brother começou a chorar. Em seguida, ele disse que se nada fosse feito pela produção do programa, ou se Ana não saísse no paredão, ele mesmo deixaria a casa mais vigiada do Brasil. 

Domingo tumultuado

Laércio falou ainda que assim que deixar o 'Big Brother' irá processar a jornalista.

Publicidade
Publicidade

Mal sabe ele, que do lado de fora  do programa apresentado por Pedro Bial, o tatuador já estava sendo chamado de pedófilo nas redes sociais antes mesmo do BBB começar. Uma mulher acusa o participante de ter drogado uma amiga sua, que na época tinha 15 anos. Em seguida, ele teria beijado todo o corpo da jovem. 

Na conversa com Daniel, Laércio falou de um assunto pouco conhecido pelos telespectadores, as regras do programa. De acordo com ele, ninguém pode ofender uma pessoa de tal modo que consiga com isso uma agressão física. Basta saber se a Globo vai aceitar a reclamação cerca de 24 horas depois do acontecido. Depois de uma festa, Ana Paula perdeu a cabeça ao ver Laércio deitado na cama. Em seguida, ela começou a gritar. 

Laércio é adepto do poliamor. Atualmente, ele disse namorar duas jovens ao mesmo tempo, uma com 19 e outra com 17 anos. "Pedi para ser atendido no confessionário.

Publicidade

A ofensa foi muito grave. Eu esperava um pedido de desculpas, mas não aconteceu", disse ele mostrando-se revoltado com o acontecido. O designer de tatuagem continuou a explicar seu plano. "Então vou verificar com relação às regras [do programa] sobre um participante provocar o outro intencionalmente, com o objetivo de ser agredido fisicamente", contou.

O participante agredido disse ainda que conversaria com Adélia, que é advogada. "Depois vou pedir ajuda pra Adélia, isso cabe uma ação judicial pra eu ter uma reparação por calúnia, injúria e difamação", finalizou.  #Famosos #Televisão #BBB Big Brother Brasil