Chegou a hora da verdade. Depois de se descontrolar e chamar Laércio de pedófilo, a jornalista Ana Paula enfrentará ele no segundo paredão da décima sexta edição do 'Big Brother Brasil'. Ana recebeu o voto do líder Daniel. O loiro disse que sua primeira opção era Ronan, mas como ele estava imune, votou em quem ele seria menos próximo da casa. Os demais participantes, tentando acabar de vez com a briga dos emparedados, foram um a um no confessionário. No fim das contas, o designer de tatuagem levou a melhor. Aconselhado pela advogada Adélia, ele pretende processar Ana Paula assim que deixar o jogo. 

Paredão dos milhões

O paredão preocupa a Globo.

Publicidade
Publicidade

De acordo com uma fonte ligada ao reality show, a emissora estaria com medo de Ana Paula permanecer no programa. A mudança brusca de comportamento da jornalista já fez com que ele tivesse outros bate bocas no reality. Laércio chegou a pedir a produção do programa para que algo fosse feito, mas o canal da família Marinho preferiu não mostrar as imagens do confessionário. A decisão de quem fica e de quem sai será revelada nesta terça-feira, 02. O vencedor do BBB 16 levará paga casa R$ 1,5 milhão. 

A expectativa é que a votação chegue as dezenas de milhões, mesmo no início da atração. 

Acusações dão tom de programa de 'realidade'

Do lado de fora da casa, Laércio já estava sendo acusado de pedofilia por uma mulher, que garante que ele teria drogado uma menina de 15 anos e beijado a corpo dela.

Publicidade

Dentro do reality, o designer chegou a dizer que adora uma novinha. Ele é adepto do poliamor e revelou namorar duas mulheres na atualidade, uma de 19 e uma de 17 anos.  #Famosos #BBB Big Brother Brasil