Nesta quinta-feira, 28, aconteceu a pré-estreia do filme de 'Os Dez Mandamentos - O Filme'. O primeiro dia de exibição da película foi cercado de muita polêmica, já que o UOL e o jornal O Globo tiraram fotos de sessões praticamente vazias, mesmo com as empresas de cinema dizendo que elas estavam lotadas. A polêmica se estendeu na madrugada desta sexta-feira, 28, quando durante o 'Fala Que Eu Te Escuto' o assunto foi abordado. 

A atração é exibida nas madrugadas pela emissora de Edir Macedo, a TV Record. O pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, Márcio Cotti, falou sobre a reportagem do UOL. O programa mostrou fotos das duas salas localizadas no Shopping Metrô Boulevart Tatuapé, em São Paulo.

Publicidade
Publicidade

As sessões teriam acontecido no horário de menor movimento, entre 11h45 e 12h45. De acordo com Márcio, a reportagem mostrou sessões que não estavam na pré-venda e que abriram depois com o sucesso da procura pelo longa. O líder da Igreja Universal do Reino de Deus revelou que os ingressos seriam ditos vendidos de forma avulsa. 

No entanto, ao defender o filme, o pastor acabou contradizendo sua própria igreja. De acordo com o site Natelinha, no início da semana, a Universal soltou um comunicado negando que ingressos tivessem sido doados para fiéis. O pastor disse que houve sim distribuição e criticou a mídia.  "E se a Igreja distribuiu mesmo, qual o problema? Eu não vejo problema nenhum nisso, sinceramente".

Em seguida, o pastor rezou por todos os jornalistas que publicaram matérias que de alguma maneira teriam prejudicado a imagem do filme 'Os Dez Mandamentos'.

Publicidade

Ele pegou um copo de água e acusou os profissionais da mídia de perseguição. "Deus, conforte os nossos perseguidores, conforte os jornalistas do UOL e do Globo Online que tanto nos perseguem", disse ele, enquanto dizia que muitas pessoas, de todas as religiões, teriam contato com o Deus verdadeiro por conta da produção cinematográfica. 

Antes mesmo de estrear, a película já tinha vendido 3,2 milhões de ingressos. A expectativa é que supere os 11 milhões.  #Famosos #Televisão #Rede Record