A produção "Os Dez Mandamentos - O Filme" estreou nesta quinta-feira (28) nos cinemas nacionais com cerca de R$ 3 milhões de ingressos vendidos antes mesmo de seu lançamento. Porém algo curioso ocorreu. Em São Paulo, por exemplo, salas que já estavam com ingressos esgotados há meses não lotaram. Uma das sessões do Cinemark do Shopping Boulevard tinha apenas 75 pessoas em uma sala que comporta 230, e as entradas para a sessão estavam esgotadas. O mesmo ocorreu na sessão seguinte, que recebeu 150 pessoas na maior sala disponível que comporta 330 pessoas. No Espaço Itaú, o resultado foi ainda mais baixo, recebendo entre 70 e 130 pessoas por sessão.

Publicidade
Publicidade

Em Recife, um único cliente comprou 22,7 mil ingressos para todas as sessões da produção "Os Dez Mandamentos" durante seus primeiros quinze dias de exibição. A transação foi feita por telefone e a quantia foi de 220 mil reais.

Um funcionário da rede de #Cinema responsável por esta venda informou ao site do UOL que o cliente se apresentou como alguém ligado à Igreja Universal, mas não se sabe se era um fiel ou pastor. O comprador afirmou que iria distribuí-los, e não pediu segredo a respeito da compra. O funcionário contou que foi preciso reservar uma manhã inteira apenas para a impressão destes ingressos, pois nunca haviam recebido tamanha demanda.

Sabe-se que a emissora de televisão Rede Record é controlada por bispos e pastores da igreja Universal, e são os donos da produção "Os Dez Mandamentos", que além de filme, foi uma novela de grande sucesso no canal.

Publicidade

Mais de R$ 3 milhões de ingressos foram vendidos antes da estreia, e ao que tudo indica, a Universal também trabalhou para que o filme fosse um sucesso de vendas. O site também chegou a procurar a assessoria da Igreja Universal do Reino de Deus, que por sua vez apenas afirmou que apoia a atitude.

A distribuidora Paris Filmes afirmou que sua campanha de marketing procura impactar todos os tipos de público em vista de que o filme - assim como a novela - não é voltado apenas para os evangélicos.

Já havia sido especulado que a Universal estava ajudando na venda de ingressos, incentivando seus fiéis a comprarem suas entradas por meio de campanhas. O caso de Recife não foi único e isolado, a rede de cinema Cinemark e o Espaço Itaú que atuam em vários estados espalhados pelo país, afirmaram que a procura por sessões exclusivas foi grande. A maioria das salas de cinema já estão com sessões esgotadas pelo menos no primeiro fim de semana de estreia. #Religião #Novelas