Nesta quinta-feira (21), o renomado ator Will Smith anunciou que não participará da cerimônia de entrega do Oscar que ocorrerá no próximo dia 28 de fevereiro. A decisão do ator foi tomada pela ausência de nomes negros concorrendo ao prêmio, fato que é visto pelo segundo ano consecutivo e que gerou a hashtag nas redes sociais #OscarsStillSoWhite, ou traduzindo para o português, #OscarÉAindaMuitoBranco.

Com entrevista dada à rede de TV ABC, Smith diz que os negros são parte desta comunidade, mas que no momento atual, sentem-se incomodados e não podem dizer que está tudo bem.

Outros nomes como o do diretor Spike Lee, George Clooney, Idris Elba, Mark Ruffalo e Lupita Nyong’o também aderiram à ideia de não comparecer à cerimônia do Oscar.

Publicidade
Publicidade

A atriz e esposa de Will Smith, Jada Pinkett Smith foi uma das primeiras celebridades a manifestar-se publicamente sobre a falta de candidatos negros.

O ator Will Smith foi recentemente candidato ao Globo de Ouro como melhor ator dramático em virtude de sua participação no filme “Um Homem Entre Gigantes”, que deve estrear em março no Brasil, mas não recebeu indicação ao Oscar. Para o ator, a diversidade é o grande poder da sociedade americana e se vê em posição de lutar e proteger este ideal que engrandece o país e a comunidade de Hollywood. Smith disse ainda que se os negros não podem ser parte da solução, serão parte do problema.

Mudanças devem ser vistas

A presidente da Academia de Hollywood, Cheryl Boone Isaacs, disse no último final de semana que grandes mudanças devem ocorrer em reação à falta de diversidade mostrada pelas indicações ao Oscar nestes dois últimos anos.

Publicidade

Para ela, é importante reconhecer o grande trabalho daqueles que receberão as indicações, mas a frustração pela falta de inclusão de negros é algo que a deixa bastante aflita.

A composição dos membros da Academia é atualmente representada por 93% de acadêmicos brancos, 76% sendo homens e com idade média de 63 anos. Para Cheryl Boone Isaacs, que é afrodescendente, medidas drásticas devem ser tomadas em breve para que uma maior diversidade seja vista nas próximas indicações ao prêmio do cinema mundial. #Famosos #Cinema