O reencontro de Kiki e Dante não foi nada animador, pois o policial desconfiou das respostas evasivas de sua mãe. E chegou a acusar que a loira também fazia parte da facção! Mas o relacionamento dos dois tomará novos rumos assim que a ex-desaparecida conseguir contar toda a verdade!

Com cada vez mais motivos para desconfiar de seu avô, Dante insiste em descobrir a verdade e Kiki revela que Gibson é o Pai da facção. Assim que o policial escuta o grande segredo, a esposa de Zé Maria se sente à vontade para contar o seu passado. Ela explica que foi sequestrada por ter descoberto que Gibson era o Pai da facção, quando ainda era casada com Romero.

Publicidade
Publicidade

"Eu ia botar a boca no mundo, então ele me sequestrou! Me tirou de perto de você, meu filho, e da minha mãe, de toda minha família! Eu preferiria ter morrido", incia ela.

Kiki confessa que pediu para o pai a matar, mas ele não teve coragem e preferiu deixá-la presa em um cativeiro por quase 10 anos. Dante se compadece e diz que ela poderia ter enlouquecido, e a mãe confirma que esqueceu de quem era enquanto vivia no quartinho. Ela explica que misturou solidão, carência e desespero, o que a levou a se envolver com Zé Maria.

Dante ainda fica sabendo como era a rotina da mãe. "Depois de alguns anos, eu comecei a viver dentro da casa, quase como uma pessoa normal. Depois sai na rua para ir à farmácia ou à padaria. Eu cuidava da minha filha e isso era a coisa mais importante da minha vida", conta Kiki, que ainda completa dizendo que Zé Maria nem se preocupava mais em ficar cuidando dela, pois já confiava que ela não iria desobedecer às ordens do Pai da facção.

Publicidade

Em seguida, a ex-desaparecida desabafa que sempre pensou no filho e que conseguiu acompanhar seu crescimento por fotos que Gibson mostrava. Ela até lembra de um momento em que o menino apareceu todo ralado, porque tinha recebido uma bicicleta de presente de Natal e estava tentando novas manobras em uma rampa que montou no jardim. Outra lembrança de Kiki é do cachorro do filho, Paçoca, que ele pegou na rua. E até a decisão de entrar na polícia é uma recordação da mãe sequestrada.

O filho fica cada vez mais emocionado e incentiva Kiki a continuar contando sobre sua vida. Então ela confessa que não conseguia forças para contar a todos que teve uma filha com seu carcereiro. Dante finalmente demonstra compaixão e ela se aproveita para pedir perdão. Desta vez, o rapaz tem uma resposta diferente. "Claro! Claro que eu te perdoo, mãe. Você quem mais sofreu em toda essa história. Quem realmente pagou por tudo. A senhora me desculpa? Me desculpa por eu ter suspeitado da senhora?", diz ele. A cena termina com um abraço emocionado. #Novelas #A Regra do Jogo #Conectados