Romero tem mais uma crise de esclerose múltipla no pior momento possível: enquanto mantém Tóia sequestrada em um cativeiro. Segundo o Notícias da TV, o ongueiro chega a preferir ficar sem socorro médico, para garantir que sua amada não fuja da casa. Mas a fragilidade do protagonista dá a oportunidade para a morena se vingar. Confira a cena!

Romero enlouquece de ciúmes quando descobre que Juliano se casou com Tóia em A Regra do Jogo. Então ele decide sequestrar a ex em plena lua de mel com o lutador. O ex-vereador monta uma casa com todos os cuidados para uma gestante e, principalmente, para que ela não consiga fugir do local por vários anos.

Publicidade
Publicidade

Já nos primeiro momentos de confinamento, Romero dá sinais de loucura para Tóia. A morena começa a se questionar se a doença do bandido estaria voltando a provocar crises após a temporada na prisão - e a falta de cuidados dele; mas a preocupação por ter sido raptada é mais forte.

Dias mais tarde, Tóia decide fingir que não está mais com raiva do raptor e começa a conversar com ele. A morena diz que está pensando em dar o nome de Romero Rômulo a seu filho, mas, para isso, seria importante que o pai tivesse o nome limpo. Com jeitinho, ela pede que o ex-marido se entregue a Dante para, depois, voltar à sociedade como um homem de bem.

Romero começa a ficar emocionado e isso desencadeia uma crise de sua doença. A mocinha não repara no primeiro momento e continua argumentando que o ongueiro é um foragido da justiça, mas, entregando-se à polícia, logo poderá estar livre para ver o filho crescer.

Publicidade

Então a visão dele fica turva e não consegue disfarçar que está passando mal.

Os sons começam a se confundir na cabela de Romero. "A minha perna.Tá tudo rodan... Tá tudo...", diz ele, mas não consegue terminar a frase. Tóia se desespera e pergunta se ele tem se tratado e ido ao médico. O ex-vereador confessa que deveria ter ido, mas não foi. Esse deve ser o ponto de partida para a doença de Romero piorar de vez do final da novela A Regra do Jogo.

Tóia percebe a oportunidade e tenta pegar a chave da casa. Mas Romero prefere não receber socorro do que ver a ex fugindo do cativeiro. Então ela o segura e diz que as coisas podem piorar, o que significa que os dois precisam de ajuda. O raptor começa a ficar ofegante e ela desconfia de que tudo seja uma farsa. "Você tá mal mesmo ou tá inventando tudo isso pra eu ficar com pena de você?", pergunta ela, afastando-se dele. Aí Romero perde o controle do corpo e cai.

O desespero aumenta e Tóia começa a gritar por socorro. Por sorte, Atena entra na casa nesse momento com uma arma na bolsa. Sem saída ao ver a golpista, a morena pega uma faca e ameaça matar Romero para consiguir fugir. "Me deixa sair ou eu mato o Romero. Joga a arma agora no chão, passa ela pra cá e não esquece de deixar a porta aberta. Faz isso, agora, ou eu mato o Romero! Isso é sério", grita a jovem. Será que Atena deixará a rival ir embora do cativeiro? #Entretenimento #Novelas #A Regra do Jogo