A novela das seis da Rede Globo de Televisão, 'Êta Mundo Bom!', estreou com uma pegada diferente, apostando em uma história simples e caipira. No entanto, nem todos os atores estão convencendo no folhetim assinado por Walcyr Carrasco. As mais criticadas são Camila Queiroz e Débora Nascimento, que dá vida à Filomena. A caipira pobre amava o protagonista Candinho (Sergio Guizé), mas na primeira oportunidade caiu na lábia do vilão Ernesto, interpretado por Eriberto Leão. Os dois fugiram para a cidade grande, onde se envolvem em muitas polêmicas. Ele obrigada Filó a "dançar" com outros homens. Mesmo sobrevivendo com o dinheiro dela, a moça ainda acredita que o rapaz está apaixonado. 

A atuação de Débora Nascimento está sendo considerada fraca para aguentar tanto drama e a personagem pode ficar escondida.

Publicidade
Publicidade

Com isso, a trama central de amor da novela acaba se perdendo. Débora tem deixado a desejar, por exemplo, com o seu caipirês e apesar de linda, ainda não estava preparada para viver um papel principal. O carisma também tem virado alvo das reclamações dos críticos.

Quem tem se dado bem com isso é Bianco Bin, que aos poucos ganha ares de protagonista. Viúva e esperando um filho, seu romance com Celso (Rainer Cadete) fica cada vez mais claro e o público tem torcido pelos dois, mesmo com o rapaz não seja uma flor que se cheire. Quem também tem feito interpretação positiva é Anastácia (Eliane Giardini), a mãe que tanto procura Candinho. Sérgio Guizé é outro que pegou um personagem difícil, mas tem feito seu trabalho razoavelmente. Ele diz que se inspirou em 'Chaves', dentre outros filmes e seriados para fazer o personagem.

Publicidade

Bianca Bin já é conhecida do público, principalmente das novelas das seis. Ela consegue sempre ser uma ótima mocinha sofredora e convence disso. Apesar dos pesares, o folhetim é considerado um grande sucesso e tem mais audiência que 'Além do Tempo', trama muito elogiada em sua primeira fase e que prendeu o público na frente da #Televisão. A sorte de Walcyr e do público é que a história é uma obra aberta e tudo pode acontecer.  #Famosos #Eta Mundo Bom