Roy Rosselló, hoje com 45 anos, ostenta no rosto as marcas de uma árdua luta para ganhar na vida depois de quase 20 anos de sucesso, tietagem, viagens pelo mundo todo, muita fama, hotéis cinco estrelas, ilhas, enfim, um sonho que parecia não ter fim. Ele foi um dos integrantes do grupo porto-riquenho ‘Os Menudos’, que encantou gerações, causou desmaios, soluços e muita choradeira e gritaria no melhor estilo dos anos 60, quando os Beatles retiravam da plateia este mesmo tipo de reação e sentimento nos anos 80 e 90.

Infância incompleta

Para obter a vaga no grupo Menudos, Roy mal tinha entrado na puberdade quando, aos 13 anos, teve que enfrentar ferrenhas batalhas em palcos, dançando e cantando contra, segundo seus cálculos, oito mil concorrentes.

Publicidade
Publicidade

Durante quatro anos ele viveu no mundo da fantasia. Aos 17 anos teve que sair. Antes, porém, em 1985, justamente em sua última apresentação como menino prodígio e dançarino preferido do grupo 'Os Menudos', esteve duas vezes em Porto Alegre. Março no estádio Olímpico do Grêmio e setembro no ginásio Gigantinho do Sport Club Internacional. Jamais imaginaria que sedimentaria sua vida em solo gaúcho.

Apesar da idade, Roy Rosselló ainda se reserva o direito de sonhar com a retomada da carreira artística. Cedo ou tarde ele poderá surpreender seus antigos fãs ao surgir com um DVD gravado e lançado internacionalmente. Contudo, enquanto este momento não chega, o ex-menudo tenta ganhar a vida à frente de uma enorme prancha de fritar bifes e outros petiscos em sua lanchonete na zona sul da capital gaúcha, inaugurada em dezembro do ano passado e especializada no X-Caribeño e demais especiarias de Porto Rico e Estados Unidos, aprendidas nos anos em que viveu e trabalhou nestes dois países.

Publicidade

Amarrado por uma gaúcha

O ex-menudo veio se estabelecer em Porto Alegre por conta de seu casamento. E que casamento! Até no momento de escolher a parceira Roy tem sorte. Casou com ninguém menos do que a miss e modelo do Rio Grande do Sul, cinco anos mais jovem, Patrícia Avila Rosselló, que casualmente era uma antiga fã que o perseguia. O casal recebeu para uma entrevista exclusiva o jornal Diário Gaúcho e, apesar de terem iniciado há pouco tempo as atividades comerciais, sonham em estender o X TRIBOM em cotas de franquias, em breve. #Famosos #Culinária