Neste domingo (28), aconteceu a cerimônia do Oscar de 2016. Em Los Angeles a noite foi chamada de “primeiras vezes”. O ator Leonardo DiCaprio que havia sido indicado 5 vezes para o prêmio, finalmente levou o prêmio na categoria de Melhor Ator por atuação no #Filme “O Regresso”. A estatueta de melhor filme foi para “Spotlight: Segredos Revelados”. Apesar de surpresas na cerimônia, houve também ganhadores comemorando o bicampeonato e até o tri como ocorreu com o diretor Alejandro G. Iñárritu que levou pela segunda vez de Melhor Diretor e o Emmanuel Lubezki que ganhou a estatueta do Oscar pela terceira vez como Melhor Fotografia com o filme “O Regresso”.

Publicidade
Publicidade

Nos prêmios chamados técnicos, o “Mad Max: Estrada da Fúria” que foi indicado em dez categorias ao Oscar, levou seis prêmios desse tipo. Nas categorias: Cabelo e Maquiagem, Design de Produção e Figurino, Edição de Som e Mixagem se tornando um dos filmes mais premiados da noite.

Atores que também levaram a estatueta pela primeira vez já na primeira indicação foram a sueca Alicia Vikander por atuação de atriz coadjuvante em “A garota dinamarquesa”;  Brie Larson por “O quarto de Jack” e Mark Rylance por “Pontes dos Espiões” na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante.

O Brasil também foi representado no Oscar com a indicação de Melhor Animação, mas perdeu a estatueta para “Divertida Mente”. Lady Gaga se apresentou ao piano e emocionou a todos ao cantar uma música em defesa as vítimas de violência em todo o mundo, ela acabou não levando o Oscar de Canção Original, que foi dado ao cantor Sam Smith que aproveitou o discurso do prêmio para oferecer a estatueta para os homossexuais e a todo grupo LGBT.

Publicidade

A cerimônia foi apresentada por Chris Rock que aproveitou a exibição mundial para usar de frases sarcásticas sobre o racismo e falta de atores negros na indicação do Oscar deste ano. Apesar das piadas o público se divertiu bastante com o apresentador. 

Lista de vencedores do Oscar 2016 os melhores do ano

“O Regresso”: Leonardo DiCaprio  ( Ator). Alejandro G. Iñárritu (Melhor Diretor) e Melhor Fotografia.

“O quarto de Jack” : Brie larson ( Atriz).

"Writing's on the wall", ("007 contra Spectre") Sam Smith: (canção original).

"Os 8 odiados": (Trilha sonora).

“O filho de Saul" (Filme estrangeiro).

"Stutterer": (Curta de live action).

"Amy": Melhor documentário.  “A Girl in the River: The Price of forgiveness" (Documentário de curta-metragem).

Mark Rylance: (Ator coadjuvante) "Ponte dos espiões".

"Divertida mente": (Animação).

"Bear Story": (Curta de animação).

"Ex Machina": (Melhores efeitos visuais).

"Mad Max: Estrada da fúria": Mixagem de som, edição de som, montagem, fotografia, cabelo e maquiagem, design de produção e figurino.

Alicia Vikander (Atriz coadjuvante) por "A garota dinamarquesa".

"A grande aposta": (Melhor roteiro adaptado). "Spotlight - Segredos revelados": (Melhor Roteiro Original). #Famosos #Cinema