Antes mesmo de começar o Oscar de 2016 já havia sido muito criticado. A hashtag #OscarSoWhite (Oscar Tão Branco) criticou bastante o fato de que a representatividade negra nas indicações foi quase nula. Como uma forma de se proteger um pouco dos comentários de racismo, a Academia chamou Chris Rock para apresentar a cerimônia, e muitos atores e atrizes negros para a entrega dos prêmios.

Já no começo, Chris Rock mostrou que não ia deixar passar despercebido esse fato. No seu monólogo de abertura ele disse que considerou não aceitar o convite para apresentar a cerimônia, mas que reconsiderou dizendo que a luta não é contra o oscar, e sim contra a falta de oportunidade para os atores negros.

Publicidade
Publicidade

Ele também chamou o Oscar de “White People Choice Award” (Prêmio de Escolha das Pessoas Brancas) Em outro momento de crítica na abertura ele disse que no In Memorian, parte da apresentação que homenageia grandes nomes do #Cinema que morreram no ano anterior, mostraria apenas pessoas negras que foram mortas pela polícia a caminho do cinema.

 As entregas começaram e os primeiros ganhadores da noite foram Josh Singer e Tom McCarty por Spotlight – Segredos Revelados com Roteiro Original com Charles Randolph e Adam McKay com Roteiro Adaptado, por A Grande Aposta.

Uma das surpresas positivas da noite foi Mad Max – Estrada da Fúria, que ganhou vários prêmios técnicos, sendo o maior vencedor da noite terminando com 6 estatuetas, tendo ganho 3 seguidas com Figurino, Design de Produção e Maquiagem e Cabelo.

Publicidade

A sueca Alicia Vikander ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante com a sua performace no tocante A Garota Dinamarquesa enquanto o inglês Mark Rylance levou o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante por Ponte dos Espiões.

 As quatro últimas categorias são como sempre as que deixam as pessoas mais ansiosas. Melhor #Filme, Melhor Ator, Melhor Atriz e Melhor Diretor foram aguardados com muita nervosismo pelos participantes e por todos que estavam na torcida para que Leonardo DiCaprio ganhasse o seu primeiro Oscar.

 Pela segunda vez seguida a estatueta de Direção foi para o mexicano Alejandro Iñárritu, dessa vez por O Regresso. Brie Larson, uma atriz praticamente desconhecida antes de alcançar fama ano passado com O Quarto de Jack, conseguiu a merecida estatueta de Melhor Atriz deixando para trás Cate Blanchett e Jennifer Lawrence. O ótimo Spotlight – Segredos Revelados levou merecidamente o Oscar de Melhor Filme, sendo a grande surpresa da noite, já que a maioria apostava que O Regresso ganharia essa.

Publicidade

Sendo ainda mais esperado do que o prêmio de Melhor Filme, a estatueta de Melhor Ator finalmente foi parar nas mãos de Leonardo DiCaprio. Após ser indicado 5 vezes, DiCaprio levou o Oscar por O Regresso, sendo uma das premiações mais aplaudidas pelos convidados e também a mais aclamada por muitos fãs na internet.

Vencedores da Noite:

 Filme: Spotlight – Segredos Revelados

 Ator: Leonardo DiCaprio

 Atriz: Brie Larson

 Diretor: Alejandro Iñárritu

 Ator Coadjuvante: Mark Rylance

 Atriz Coadjuvante: Alicia Vikander

 Filme Estrangeiro: O Filho de Saul

 Canção Original: Writing’s On The Wall

 Roteiro Original: Spotlight – Segredos Revelados

 Fotografia: Emmanuel Lubezki – por O Regresso

 Roteiro Adaptado: A grande Aposta

 Efeitos Especiais: Ex-Machina

 Documentário de Longa-Metragem: Amy

 Documentário em Curta-Metragem: A Garota No Rio: O Preço do Perdão

 Edição de Som: Mad Max: Estrada da Fúria

 Mixagem de Som: Mad Max: Estrada da Fúria

 Montagem: Mad Max: Estrada da Fúria

 Figurino: Mad Max: Estrada da Fúria

 Animação: Divertidamente

 Curta-Metragem em Animação: História de Um Urso

 Design de Produção: Mad Max: Estrada da Fúria

 Curta-Metragem: Stutterer

 Trilha Sonora Original: Os Oito Odiados

 Maquiagem e Cabelo: Mad Max: Estrada da Fúria #Entretenimento