Atualmente a #Rede Globo vive um ótimo momento. Após a problemática audiência alcançada por algumas de suas novelas no ano passado, sobretudo em seu horário nobre, a emissora tem se recuperado, e nessa briga por audiência, promete mostrar ainda mais fôlego no restante do ano com suas novas produções.

No horário das 18h, Êta Mundo Bom tem mantido média de 22,28 pontos, acima da meta de 20. A novela escrita por Walcyr Carrasco demonstra a força do autor, sempre envolvido em projetos de sucesso. A trama substituta será Arigatô Amore Mio, de Walther Negrão, cuja última trama foi a bem sucedida Flor do Caribe. A trama de Walther deve ir ao ar a partir do mês de Setembro.

Publicidade
Publicidade

Às 19h, a trama de Eliza, interpretada por Marina Ruy Barbosa, em Totalmente Demais, conquistou os telespectadores. A trama tem tido média acima da meta, sendo que na última semana. Nas últimas semanas ela tem constantemente alcançado seu recorde de 29 pontos. Após Totalmente Demais, virá ao ar Haja Coração, novela de Daniel Ortiz que será inspirada em tramas de Sassaricando e outras novelas de Silvio de Abreu. Sua estreia está prevista para Maio. No fim do segundo semestre do ano estreará ainda Sonha Comigo, novela da estreante como autora principal, Maria Helena Nascimento. A trama narrará uma história musical.

No horário nobre do canal, 21h, que tem sido problemático, houve uma melhora notável. A Regra do Jogo, que sofreu em combate com Os Dez Mandamentos, melhorou seus índices nas últimas semanas, mantendo médias acima de 30.

Publicidade

Ainda abaixo do esperado, mas não são números tão vergonhosos. Em seu lugar, estreará Velho Chico, cujas chamadas já estão no ar. Criada por Benedito Ruy Barbosa, afastado do horário nobre há mais de uma década, e escrita por sua filha e neto, a obra é um romance clássico narrado às margens do Rio São Francisco. A produção dessa trama vinha sendo cogitada há muitos anos, e o anúncio de sua produção foi uma surpresa. Ainda esse ano, no segundo semestre, estreará a trama Sagrada Família, de Maria Adelaide Amaral e Vicent Villari.

No horário das 23h, que no ano anterior presentou o público com o grande sucesso Verdades Secretas, esse ano será ocupado por duas mini novelas diferentes. A primeira será Liberdade Liberdade, criada por Márcia Prattes e escrita por Mário Teixeira, que mesclará ficção e realidade contando fatos após a Inconfidência Mineira, seguindo a saga de Joaquina, filha de Tiradentes. No segundo semestre vai ao ar Justiça, de Manuela Dias, mesma autora de Ligações Perigosas.