O apresentador Carlos Roberto Massa, mais conhecido como Ratinho, falou no "Programa do Ratinho", no Sistema Brasileiro de #Televisão (SBT), que a Congregação Cristã no Brasil possui a maior orquestra sinfônica do mundo.

Oficialmente, não há dados divulgados pela instituição religiosa que confirmem a afirmação do apresentador Ratinho, no entanto, é notória a quantidade de músicos, organistas e musicistas da Congregação, visto que, em cada localidade, um número considerável de assentos destinados à orquestra é visto dentro de cada templo mantido pela #Igreja.

Desde 1932, os conjuntos musicais começaram a ser formados na Congregação com a finalidade única de auxiliar a irmandade a cantar os cânticos de louvores a Deus.

Publicidade
Publicidade

Com o passar dos anos, o número de músicos foi crescendo e a parte musical foi devidamente esquematizada e regulamentada, com instrumentos admitidos ou reprovados e métodos adequados ao aprendizado e aplicação ao dia a dia de cada cerimônia religiosa celebrada dentro das casas de oração.

Dentre os instrumentos aceitos pela Congregação, estão o violino, a flauta transversal, o violoncelo, o bombardão, o bombardino, o trompete, a família de saxofones, o oboé, dentre muitos outros. No Brasil, todos os instrumentos são destinados à execução pelos homens, devidamente admitidos nos procedimentos de aprendizagem musical da igreja. As mulheres são responsáveis pela execução do órgão eletrônico, que tem papel fundamental dentro da orquestra, servindo de base para a velocidade e intensidade a ser seguida em cada hino.

Publicidade

Em outros países em que a Congregação Cristã mantém igrejas ligadas à mesma fé e doutrina, as mulheres também tem a oportunidade de ingressarem na orquestra em outros instrumentos além do órgão.

Atualmente, a Congregação possui uma compilação própria de hinos, intitulados "Hinos de Louvores e Súplicas a Deus", que se encontra em sua quinta edição e é utilizado uniformemente em cada casa de oração e reuniões feitas pelos membros dentro e fora das igrejas.

Assista ao momento em que Ratinho faz a afirmação: