Após um relacionamento ‘discreto’ que já vinha durando cerca de dois anos entre uma das maiores cantoras da MPB do Brasil, Zélia Duncan, e a atriz Global, Claudia Netto, as duas decidiram terminar. Elas assumiram um relacionamento íntimo em 2014, e oficializaram o casamento no ano passado. Após doze meses utilizando alianças na mão esquerda, o casal decidiu por se separar.

De acordo com o Portal MSN, fontes afirmam que não houve intriga ou briga entre as duas, aliás, a separação se deu de maneira muito amigável e compreensível entre as famosas. Elas moravam sob o mesmo teto e ainda não há informações sobre onde será a nova residência de Zélia, nem a de Claudia.

Publicidade
Publicidade

Claudia Netto, atriz da #Rede Globo, participou de uma das principais novelas adolescente do país, a “Malhação”, interpretando o papel de Florinda, uma mulher bastante má na novela.

Não há muitas informações sobre o motivo da separação entre as duas. Ambas, nas poucas vezes que apareciam em fotos divulgadas nas redes sociais de cada uma, e também, pela própria mídia brasileira, mostravam sorrisos e bem estar, juntas. O relacionamento entre elas era bastante discreto e faziam questão de não aparecer muito na mídia.

A ex-esposa de Duncan, inclusive, também é muito conhecida por ter participado de alguns musicais que fizeram bastante sucesso, principalmente nas redes sociais. Uma das pessoas que contribuiu com ela para as montagens foi Nelson Freitas, que fez parceria com a moça na montagem da música de nome ‘Se Eu Fosse Você’.

Publicidade

Por outro lado, a famosa cantora Zélia Duncan, recentemente, participou de uma montagem com outros muitos #Famosos onde exigia a imparcialidade da justiça brasileira com relação aos casos recentes de acusações às pessoas importantes do cenário político brasileiro e, também, ao momento atual de protestos e manifestações feitos pela direita política no Brasil, e também pelos partidos e movimentos de esquerda no país. Em vídeo, Zélia afirma a sua defesa por um país que respeite as leis e siga a democracia. #Televisão