No domingo, dia 13, na quarta-feira, dia 16, e ontem, dia 18, vários foram os #Famosos que saíram às ruas junto com o restante do povo para se manifestarem a favor e contra o Impeachment de Dilma, a prisão do ex-presidente Lula e da saída do Partido dos Trabalhadores do #Governo Federal. Alguns deles, a exemplo de Bruna Marquezine, utilizaram de objetos para encobrirem o rosto e não serem reconhecidos em meio à multidão.

Bruna Marquezine e Thaila Ayala

A atriz, Bruna Marquezine, foi às ruas no dia 16, na cidade de São Paulo. O detalhe é que os paparazzi a flagraram de capuz na cabeça, para não ser identificada pela multidão que também protestava contra Dilma, Lula e o PT. De acordo com o jornal ‘Extra’, o ex-amor de Neymar estava em um evento relacionado à grife de roupas e, por isso, chegou atrasada à manifestação.

Publicidade
Publicidade

Já a sua amiga Thaila não quis se esconder, ela postou foto enrolada em uma bandeira do Brasil e disse que estava insatisfeita com a situação atual do país.

Ex-BBB Diego Gasgues e Juliana Paes

Diego saiu às ruas na cidade de São Paulo, mais precisamente na Avenida Paulista. Juliana Paes também defendeu a saída de Dilma, a prisão de Lula e a retirada do Governo do PT, no último domingo, dia 13. A atriz, a exemplo das outras atrizes, também publicou fotos em sua rede social exibindo a bandeira do Brasil.

Luciano Huck e Rachel Sheherazade

Os dois famosos não foram vistos nas ruas, mas existem rumores de que eles também participaram. No entanto, em suas redes sociais, as postagens demonstram insatisfação e apoio à saída de Dilma do poder e a prisão de Lula, junto da retirada do Governo Petista.

Publicidade

“Em um país onde a política é uma piada, o palhaço é você”, postou a jornalista. Já Luciano Huck publicou: “#Indignado”.

Xanddy e Marcelo D2

Marcelo publicou em rede social uma foto que mostra a presidente Dilma, e, na legenda, ele disse: “Maluf na primeira fila. – se referindo à foto – Não vai ter golpe porque o Aécio deve estar ali também. [...]”, disse.

Já Xanddy, fez publicação em rede social afirmando que estava realmente chateado com a situação política que o país enfrenta: “Que vergonha. Triste!”, disse.   #Protestos no Brasil