Bobbi Kristina Houston Brown, filha única da cantora Whitney Houston, morreu em julho de 2015, depois de passar seis meses em coma induzido. A jovem de 22 anos, segundo laudo do médico legista responsável pelo caso, aponta que além de estar com intoxicação aguda por uso de drogas na data em que foi encontrada desacordada, ela também teria se afogado na banheira de sua casa, em Atlanta, nos Estados Unidos. Bobbi Kristina foi levada inconsciente para o hospital e resistiu até julho de 2015. Ela completaria 23 anos na última sexta-feira (4).

Apesar de as informações que determinam a causa da morte da cantora - que morreu de forma semelhante, com vestígios de drogas no organismo e afogamento acidental em uma banheira de hotel, em fevereiro de 2012 -, ainda não se sabe como Bobbie foi a óbito.

Publicidade
Publicidade

Existe a possibilidade de que ela tenha morrido acidentalmente, mas as investigações prosseguem para que a tese de homicídio não seja descartada.

Até o momento, ninguém foi apontado como suspeito pela morte da jovem, apesar de seu ex-namorado, Nick Gordon, ter sido acusado à época de causar a tragédia, com o intuito de ficar com o dinheiro dela. Os advogados de Nick Gordon afirmaram que seu cliente era vítima de calúnia e que não havia nada de concreto para incriminá-lo. Com o laudo inconclusivo, dificilmente o ex-namorado de Bobbie Kristina, única filha de Whitney Houston, será arrolado como réu.

Fatos novos

Apesar de o laudo oficial apontar abuso de drogas e afogamento, que teriam provocado lesões cerebrais e embolia pulmonar na jovem, a revista "People" surgiu com novos fatos. Segundo a publicação norte-americana, com foco editorial voltado para celebridades, o corpo de Bobbie Kristina também continha sinais de agressão, como contusões graves no crânio e hematomas em seus braços e pernas.

Publicidade

Já as cicatrizes da filha de Whitney teriam sido provocadas pela própria jovem, que atravessava um momento sombrio às vésperas de sua morte, com sintomas de depressão. O vício em drogas teria precipitado sua morte, ainda mais com a anuência de Nick Gordon, apontado como um facilitador para o consumo de entorpecentes de Bobbie Kristina.  #Entretenimento #Famosos #Música