Os fãs de Leonardo DiCaprio – ou até mesmo quem não é fã do astro – apelaram durante meses nas redes sociais, fossem através dos divertidíssimos memes, ou através de comentários e críticas, para que finalmente ele alcançasse seu Oscar de Melhor Ator por ‘O Regresso’. A esmagadora maioria dos espectadores e celebridades acredita que DiCaprio tenha sido injustiçado nos últimos anos por parte da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Na cerimônia do último domingo (28/02), a estatueta enfim foi entregue ao ator, por sua merecida interpretação no longa-metragem de Alejandro G. Iñarritu – que também recebeu o Oscar de Melhor Direção - gerou quase 500 mil tuítes por minuto, o que transformou o instante da premiação no mais badalado na história do Oscar no Twitter.

Publicidade
Publicidade

O recorde de comentários anterior, foi na premiação de 2014, quando a selfie da apresentadora Ellen DeGeneres gerou 255 mil tuítes por minuto.

O ator já havia recebido outras quatro indicações ao Oscar, sendo como Melhor Ator Coadjuvante por ‘Gilbert Grape’ (1994) em sua fabulosa atuação ao lado de Johnny Depp, e Melhor Ator por ‘O Aviador’ (2005), ‘Diamante de Sangue‘ (2007) e ‘O Lobo de Wall Street‘ (2014).

O longa ‘Mad Max: Estrada da Fúria’ foi outro destaque da noite da premiação do Oscar 2016. Indicado a 10 categorias, a produção fez um verdadeiro strike na concorrência e levou 6 estatuetas para casa por Melhor Figurino, Melhor Cabelo e Maquiagem, Melhor Montagem, Melhor Mixagem de Som, Melhor Edição de Som e Melhor Design de Produção.

As outras categorias mais aguardadas da noite – e de todos os anos – foram de Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz e Melhor #Filme e os grandes vencedores foram Alicia Vikander por A Garota ‘’Dinamarquesa’, Mark Rylance por ‘Ponte dos Espiões’, Brie Larson por ‘O Quarto de Jack’ e ‘Spotlight – Segredos revelados’, respectivamente.

Publicidade

Mark Rylance surpreendeu, em vista de que todos os holofotes apontavam para Sylvester Stallone por ‘Creed – Nascido para Lutar’.

Embora tenha sido uma cerimônia muito aguardada e surpreendente, a 88ª edição do Oscar teve a mais baixa audiência desde 2008 nos EUA. #Famosos #Cinema