Na última segunda-feira, dia 28 de Março, estreou na Rede Globo a reprise de Anjo Mau. A novela que é estrelada por Gloria Pires e que fez sucesso na #Televisão aberta em outras ocasiões, teve um desempenho muito abaixo do esperado. Alcançou somente 9,7 (10) pontos no ibope. Caminho das Índias, que exibe seus últimos capítulos, teve uma performance muito superior, atingindo 16,7 (17) pontos.

Anjo Mau foi ao ar originalmente na Rede Globo entre Setembro de 1997 e Março de 1998, contando com um total de 173 capítulos. Já havia sido reprisada no Vale A Pena Ver de Novo entre 2003 e 2004, e também no canal Viva entre 2013 e 2014.

Publicidade
Publicidade

A novela se trata de um remake do clássico Anjo Mau de 1976, também da Rede Globo, estrelado por Susana Vieira. A novela foi criada por Cassiano Gabus Mendes, e o remake adaptado por Maria Adelaide Amaral.

Uma surpresa foi que Anjo Mau deu menos audiência que uma novela mexicana do SBT, Teresa. As duas #Novelas não concorreram no mesmo horário, mas geralmente, mesmo as novelas mexicanas mais famosas no SBT, costumam ficar atrás da Rede Globo. Teresa registrou 9,9 (10) pontos no ibope, estando esta em sua reta final.

Ontem estrearam também no SBT a novela mexicana inédita Abismo de Paixão e a reprise de A Mentira. A estreia de Abismo, que se trata de um remake de Canavial de Paixões, alcançou 8,8 (9) pontos, um desempenho considerado um sucesso pela emissora, que exige uma meta 4 pontos menor.

Publicidade

Houve também uma estreia no Canal Bandeirantes. Se trata da novela turca inédita 'Sila, Prisioneira do Amor', que está dividindo horário com os últimos capítulos do sucesso 'Fatmagül, A Força do Amor'.

A média de audiência diária da Rede Globo nessa segunda-feira foi de 17,2 pontos, sendo notável o sucesso de Totalmente Demais, que registrou 33 pontos, além de Velho Chico, que estava mal, mas mostrou certo fôlego, alcançando 32. Êta Mundo Bom é outro destaque, se mantendo sempre acima da meta e já sendo considerada o maior sucesso do horário desde Cordel Encantado.