Na próxima segunda-feira, dia 11 de Abril, vai ao ar o último capítulo da novela Teresa no #SBT. Estrelada por Angelique Boyer, Sebastián Rulli e Aarón Díaz, a novela foi um enorme sucesso no Brasil, conquistando uma legião de fãs. Se tornando um dos maiores sucessos mexicanos já exibidos no SBT, a trama deixará muitas saudades em seus seguidores. Confira 10 motivos pelos quais os fãs sentirão falta da trama:

1 - A Vilãgonista Teresa

Teresa é uma personagem como dificilmente se vê na televisão. Interpretada por Angelique Boyer, ela não é uma pessoa má, mas deixou a ambição lhe consumir. Tramando diversas armações para conseguir dinheiro, a personagem sempre se dividiu entro o amor e o poder.

Publicidade
Publicidade

Muitos a compararam com a personagem Rubí no começo, mas depois viram que elas são personagens bem diferentes. Resta saber qual dos finais será escolhido para ir ao ar no SBT.

2 - A doce Aurora, interpretada por Ana Brenda

O povo brasileiro já conhece Ana Brenda por seus trabalhos em Sortilégio e em Coração Indomável. Em Teresa, ela é a co-protagonista, interpretando Aurora, uma personagem doce e gentil que conquistou o coração do público, que torceu para que ela fique com Mariano.

3 - O galã Sebastián Rulli

Sebastián já é conhecido no Brasil há muitos anos, pois outras novelas em que atuou já são conhecidas por aqui. Mas provavelmente foi através de Teresa que ele realmente firmou uma base de fãs no país, e se espera que logo o SBT exiba novas novelas com o galã.

4 - O casal Teresa e Artur

Em todas as outras versões de Teresa, o casal Teresa e Artur nunca ficou junto.

Publicidade

Artur, na verdade, nunca chega a ser o grande amor dela em nenhuma das outras versões, e sim o Mariano. Nessa versão atual, no entanto, Angelique e Sebastián tiveram tanta química que os dois se apaixonam perdidamente um pelo outro na novela.

5 - O maravilhoso elenco

Contando com nomes como Cynthia Klitbo, Toño Mauri, Raquel Olmedo, entre outros, o elenco de Teresa é em geral espetacular.

6 - A história que foge dos padrões

Teresa é uma história muito antiga, que surgiu em 1959. Ao longo das décadas, ganhou vários remakes, e cada remake foi uma reinvenção. Mesmo existindo há tanto tempo, a história continua como algo que foge dos padrões, ao contar a trama de uma protagonista dúbia. A novela inclusive já teve uma versão brasileira estrelada por Geórgia Gomide, que apanhou na rua por suas maldades como Teresa.

7 - A belíssima trilha sonora

As músicas de Teresa conquistaram os telespectadores, desde a canção de abertura Esa Hembra Es Mala (Gloria Trevi) até o tema romântico do casal principal, A Donde Vamos A Parar, além de outras canções de artistas como Jesse & Joy, Belanova, Camila e Miguel Bosé.

Publicidade

8 - A produção do José Alberto Castro

José Alberto, também conhecido como El Güero, é um grande produtor, e suas novelas em maioria são ótimas. Ele também produziu Rubí, Coroa de Lágrimas (que estava sendo dublada para exibição no SBT, mas foi cancelada) e A Que Não Podia Amar, que futuramente deve ir ao ar na emissora.

9 - A família de Teresa

Um dos destaques da trama é a família de Teresa, formada pelo seu pai, sua mãe, sua irmã e sua madrinha. Todos amam a Teresa, e ela igualmente os ama, apesar de toda a ambição. Ao perder sua irmã no início da trama, tem sua ambição ainda mais alimentada, crendo que sua irmã morreu por não terem dinheiro para pagar consultas médicas. O seu pai a apoiava em tudo, mas morreu de desgosto após descobrir que a filha estava envolvida com outro nome. Sua mãe e sua madrinha a renegaram após serem renegadas.  Apesar de não ser má, Teresa perdeu a todos, que somente a amavam.

10 - A doce família de Teresa

Considerada uma das melhores aberturas de novelas mexicanas, todos sentirão falta da voz de Gloria Trevi entoando a canção Esa Hembra Es Mala enquanto são mostradas cenas de Teresa com toda sua ambição e sofrimento por amor. #Novela Mexicana