O ator Juliano Cazarré está virando o queridinho das telonas. Ele vira e mexe aparece sem roupas em filmes brasileiros. Um motivo a mais para muita gente comprar ingressos e turbinar o #Cinema nacional, que costuma não animar tanto os expectadores, quando comparado às grandes produções internacionais. Na madrugada deste sábado, 30, Juliano deu uma entrevista ao apresentador Jô Soares, do Programa do Jô. Ele falou sobre um dos seus recentes e mais polêmicos trabalhos, 'Boi Neon'. O filme estreou no começo do ano e mostra o  personagem de Cazarré, como um homem diferente do nordeste.

Costureiro, ele também tem muita masculinidade.

Publicidade
Publicidade

Em uma das cenas da produção o pernambucano Gabriel Marcaro, diretor da produção, simplesmente pediu que Juliano ficasse com o pênis ereto durante uma sequência do filme. Nela, o personagem de Cazarré transa durante minutos na telona com Samya de Lavor, que estava grávida durante a gravação do filme. 

Segundo o profissional da dramaturgia, a cena é bem longa, tem nome minutos e não teve cortes. Ele explicou que por conta disso não poderia ter truque. A única coisa é que a câmera não pega a sequência de perto, mas também não esconde nada. Segundo ele, quem assiste acredita que realmente houve o sexo. O ator confessa que não foi tão confortável quando ele descobriu do diretor que precisaria ficar excitado para fazer o filme. 

O ator disse que foi difícil, especialmente porque sua colega de cena estava grávida.

Publicidade

Jô perguntou então qual nível de excitação foi necessário para a sequência. Ele então explicou que foi "meio barro, meio tijolo", o formato popularmente conhecido como "meia boca". Após o início da sequência ele disse que seu pênis amoleceu um pouco, ficando no estado de "barro", mas que tudo deu certo. Segundo ele, a cena é muito bonita. Não é o primeiro filme que Cazarré precisa se despir para interpretar um personagem.

Recentemente, ele também fez um ensaio sensual no qual vestia calças e colocava seu órgão genital para fora. As fotos tiveram grande repercussão.  #Famosos