Kéfera Buchamann é uma referência de sucesso para os geradores de conteúdo no site de vídeos YouTube. A curitibana tem milhões de fãs nas redes sociais, seu canal conta com mais de 8 milhões de inscritos, e não é atoa que tudo que ela publica repercute. Kéfera  gosta de inovar e começou a fazer vídeos de paródias de clipes de sucesso. Recentemente ela fez uma paródia de ‘Bang’ da Anitta que em apenas quatro meses já ultrapassou 29 milhões de acessos.

No entanto, diferente deste vídeo, a Youtuber se envolveu em algumas polêmica nesta semana com a paródia do clipe de Rihanna e Drake de “Work”. Em apenas 24 horas o vídeo ultrapassou a marca de 3 milhões de visualizações.

Publicidade
Publicidade

Porém o vídeo não agradou alguns internautas que polemizaram a participação do namorado de Kéfera, Gustavo Stockler, que fez o papel do rapper Drake no clipe. O casal de Youtuber foi acusado de praticar racismo por utilizar um recurso chamado de “black face”, que era usado para caracterizar negros de forma pejorativa, quando atores brancos passam maquiagem para parecerem negros.

Kéfera utilizou o aplicativo Snapchat para falar sobre o assunto, no vídeo ela explica que é fã de Rihanna e que não houve mudança no tom da pele do namorado Gusta.

Assista ao vídeo de Kéfera falando da polêmica:

Gustavo Stockler também falou sobre as acusações e publicou um texto em sua página do Facebook. Na publicação ele diz que não é branco e que tem traços indígenas, e durante a sua vida passou por alguns momentos de preconceito: “Fui chamado de macaco, neguinho e todos os outros termos racistas que vocês puderem imaginar”.

Publicidade

Contou o vlogueiro.

Ele também revelou ser um grande fã de Drake e falou sobre a acusação de utilizar o recurso de “black face”, Gusta garante que essa é uma acusação falsa e que não usou nenhum processo para escurecer a pele: “Essa cor é a MINHA COR e tenho MUITO ORGULHO dela”. O vlogueiro deixa claro que ficou triste com as acusações, e mostra que não houveram mudanças na pele de ambos, o que pode ser evidenciado pela caracterização de Kéfera, que estava com o cabelo liso e a pele no seu tom, sem qualquer modificação para ficar parecida com Rihanna. Ele ainda explica que as únicas verdadeiras mudanças foram a peruca e a barba.

No final do texto ele deixa claro a insatisfação e evidente exagero por parte dos internautas que acusaram o casal: “Enfim, essa tinta que falaram que passei na cara não vai sair, nasci dessa cor, reclamem com minha mãe". Conclui Gusta.

Mas essa não foi à única polêmica com o vídeo da paródia da Kéfera Buchmann. A paródia da Youtuber para o clipe “Work”, de Rihanna com parceria de Drake, foi retirado do ar pelo YouTube. Warner Chappell reivindicou os direitos autorais e o vídeo não está mais disponível no canal de vídeos da Kéfera.

Kéfera explicou através de uma publicação em sua rede social que a Warner bloqueou o vídeo mesmo ela não tendo monetizado, ela lamentou e disponibilizou o vídeo no Facebook. #Entretenimento #Famosos #Kefera