Morreu no último sábado (4), a atriz Tereza Rachel que estava internada desde o dia 30 de dezembro do ano passado, no Centro de Tratamento Intensivo, do Hospital São Lucas, localizado em Copacabana, Zona Sul, do Rio de Janeiro.

Tereza Rachel morreu aos 82 anos, ela teve um quadro de obstrução intestinal, que se agravou, causando a morte da atriz. Esta informação foi passada pela assessoria de imprensa do Hospital. 

Uma carreira brilhante

A atriz, tinha como nome de batismo, Teresinha Malka Brandwain Taiba de La Sierra, nasceu em Nilópolis, na Baixada Fluminense. De acordo com a atriz em várias entrevistas dadas por ela, que sua data de nascimento era no dia 10 de agosto de 1935.

Publicidade
Publicidade

Porém segundo o registro de entrada no Hospital São Lucas, a real data de nascimento da atriz, era dia 10 de março de 1934. Mas Teresinha se tornou Tereza Rachel apenas em 1950, quando começou sua jornada brilhante como atriz. Durante sua carreira, a atriz foi homenageada e recebeu vários prêmios. 

Artistas lamentaram a morte de Tereza Rachel

Muitos atores e atrizes lamentaram a morte de Tereza Rachel. Miguel Falabella declarou, "ela era uma atriz com 'A' maiúsculo". O ator Stênio Garcia, lembrou da estreia dos dois em 1956, ele disse que vai plantar um árvore em homenagem a atriz, companheira de palco e de muitas experiências felizes na TV. Outros #Famosos também lamentaram a morte da atriz, entre eles, Ney Latorraca, Rosamaria Murtinho, Milton Gonçalves, Cássia Kiss e Reginaldo Faria.

Enterro

Tereza Rachel foi enterrada na manhã de domingo (3), no cemitério da sua cidade natal, Nilópolis.

Publicidade

A atriz foi casada com o cineasta Ipojuca Pontes, que optou por guardar este triste momento, na privacidade da família. Segundo Ipojuca, Tereza tinha uma personalidade forte, que foi empregada em suas atuações brilhantes no Teatro e na TV, foi essa mesma personalidade que levou Tereza a construir um teatro sozinha.

Vilãs inesquecíveis

De acordo com o jornal o Globo, Tereza Rachel fez mais de 20 #Novelas, onde interpretou vilãs inesquecíveis. Entre elas podemos destacar, Clô Hayalla na primeira versão da novela "O astro"(1977) e a Rainha Valentine, da novela "Que rei sou eu? (1989). Depois de algum tempo longe das novelas ela atuou em "Caras e bocas" (2009), "Tititi" (2010) e "Babilônia, além de fazer uma participação na série "Alice", (2008) HBO. #Rede Globo