Em fevereiro desse ano, o desaparecimento de Rian Brito, neto do já falecido ator e humorista Chico Anysio, ganhou as redes sociais em busca do paradeiro do rapaz. A própria família de Rian mobilizou a web com vídeos que demonstravam o desespero da família por notícias de Rian.

Infelizmente, a incansável busca da família terminou com um lamentável desfecho: Rian havia sido encontrado morto.

Vídeos de câmeras internas haviam registrado que Rian teria feito um saque no banco e pegado um táxi. No dia 3 de março, o pescador Aguinaldo Menezes e um amigo, Marcelo, encontrou o corpo do rapaz na praia de Quissamã, no Norte Fluminense.

Publicidade
Publicidade

Muito foi comentado sobre o que teria levado Rian até a região e, inclusive, surgiram rumores de que o rapaz teria cometido suicídio.

Em defesa do filho, Brita Brazil, afirmou que o filho não tinha motivos para tirar a própria vida, mas, seria uma vítima do chá alucinógeno de Ayhuasca. Na web, Briza levantou uma polêmica sobre os efeitos dessa erva e alertou para que outras pessoas não experimentassem o chá.

Segundo a mãe de Rian, ele havia sido apresentado a erva, ou 'Santo Daime' como também é conhecido, através de encontros na seita Porta do Sol, fundada pela atriz Leona.

Mãe de Rian recebe carta psicografada

Após muito ser comentado na mídia sobre a erva de Ayhuasca e seus efeitos, o assunto foi abafado até que, recentemente, Briza compartilhou com seus seguidores uma carta que possivelmente teria sido enviada por Rian Brito, em plano espiritual.

Publicidade

Briza contou que conheceu o trabalho do médium Fernanco Ben e recebeu a carta durante uma reunião do grupo espírita.

Na carta psicografada pelo Médium, Rian encoraja a mãe para que não tenha medo e continue sua luta. Num trecho da carta, Rian lembra que a proibição da erva fará com que outras pessoas queiram experimentar: Peço que continue, aprimore e transcenda nesta proposta de conscientização. Mas sempre lembrando que ao pedir para proibir, se aceito esse pedido, muitos vão usar a Ayahuasca, pelo próprio fato de ser proibido”.

Rian manda abraços para a família e diz que está na presença do avô, Chico Anysio.

Para Briza, essa é sim uma mensagem fiel de seu filho, que iniciou a carta dizendo o CPF e número de telefone da mãe. Mesmo comovente, o relato de Briza é ainda complexo, pois integrantes da comunidade espírita atentam para o fato do desencarne de Rian ainda ser muito recente para que ele pudesse se comunicar dessa forma. #Famosos #Religião #Comportamento