Cícero conserta a mira de sua arma. O alvo é Santo, mais uma vez. Após 30 anos da primeira tentativa de matar o rival, o filho de Clemente tem mais uma chance para eliminar o homem que roubou o coração de sua amada Tereza. Tudo pronto. Ouve-se um tiro. Ouve-se a voz de Luzia chamando o marido para dentro da casa. Por sorte, Santo atende à esposa antes que a bale o alcance.

A sequência eletrizante de #Velho Chico deve agitar os próximos capítulos da novela das nove! Tudo começa quando Cícero invade a cooperativa de Santo à mando de Afrânio. Junto dos jagunços do coronel, o bando destrói o local, mas não percebe que Lucas está escondido durante toda a ação.

Publicidade
Publicidade

O cooperado se tranca em uma das salas quando percebe que a organização está sendo invadida e passa todo o tempo escondido debaixo de uma mesa. Assim, ele escapa dos bandidos e ainda escuta toda a conversa.

No outro dia, Lucas conta que escapou da morte em uma conversa no bar do Chico Criatura. Bento e padre Romão escutam, atentos, toda a história do agricultor; e o irmão de Santo pergunta se mais gente andou contando mais alguma coisa sobre os criminosos dentro do bar. "Tô sabendo de muita coisa mais não... A última foi que eles ainda tão acoitados no mato. Não sei se tão tramando mais uma ou se tão só se escondendo", responde o comerciante.

É aí que Bento percebe que o bando não terminou seu trabalho de destruir a cooperativa, pois o líder da organização ainda está vivo. Para confirmar, Lucas explica que ouviu um dos capangas falando "vou lhe pegar, amaldiçoado".

Publicidade

E era o detalhe que faltava para fazer o irmão de Santo sair correndo em direção à casa de sua família. Por sorte, Bento liga para a fazenda no caminho e Luzia o atende.

Ofegante, Bento tenta ser rápido. "Luzia, sou eu. Bento. O mano, Luzia... Cadê ele?", inicia ele. A cunhada responde que Santo está na varanda e fica preocupada com a aflição do telefonema. Sem perder tempo, o caçula de Belmiro manda chamarem o irmão para dentro de casa, pois tem um bando preparando uma emboscada. A morena o obedece e sai gritando pelo marido. Assim que Santo a escuta, se vira para o lado e uma bala passa raspando por sua cabeça.

Ao perceber o perigo, Santo corre para dentro de casa e tenta proteger toda a família. Ao longe, Cícero arrisca mais um tiro, mas não consegue acertar o alvo em meio à correria. O capanga de Afrânio fica irado por falhar mais uma vez e volta para fazenda. #Novelas #Conectados