A chegada de Miguel para ser o novo coronel da fazenda de Afrânio mudará a vida de Cícero também. O jagunço não aceita a ideia de receber ordens do 'bastardo' e decide ir embora de Grotas. Mas antes mesmo que o rapaz siga seu rumo, Tereza descobre as intensões do amigo de infância e passa momentos de carinho com ele para convencê-lo a ficar ao seu lado. Já deu para imaginar o que essa ocasião fará com o coração do filho de Clemente, não é?

abalado com a volta de Tereza à fazenda, Cícero alimenta sua paixão pela filha do coronel e começa a sofrer com a indiferença da jovem. Nesse contexto, a gota d'água para fazer o jagunço desistir de tudo é a festa que Afrânio prepara para a chegada de seu neto Miguel.

Publicidade
Publicidade

Sabendo que o rapaz é filho de Santo, o capanga não suporta a ideia de receber ordens do garoto e arruma suas malas para ir para outro lugar.

Enquanto Cícero se despede, Afrânio abre as porteiras da fazenda para toda a cidade prestigiar a chegada de Miguel. O evento é tão grandioso que até Tereza se assusta. E toda a festa faz com que o conflito de Ciço passe despercebido. Ele se isola à beira do rio - segurando o vestido que roubou de Terê - e promete que vai esquecer seu grande amor para conseguir seguir com a vida.

Mas tudo muda quando Cícero ainda está arrumando o cavalo para partir. Pois Tereza surge em sua frente querendo saber o motivo para a partida do amigo. Ciço responde que ela sabe melhor do que ninguém o porquê de tudo, mas a jovem não confirma a suposição do capanga. Então, ela resolve brincar: "Duvido que com esse pangaré, você me bata uma carreira", provoca ela, já saindo na frente na corrida.

Publicidade

Os dois passam momentos que lembram a infância e Tereza demonstra sua ternura pelo amigo. "Preciso de você aqui comigo, Cíço! Como nos velhos tempos. O que foi que eu te fiz para você ter tanta mágoa? Me diz o que está acontecendo. A gente nasceu grudado um no outro. Você sempre foi o meu companheiro. Não é justo que você me abandone justo agora", fala Terê, enquanto faz carinho no rosto de Cícero.

Com a demonstração de afeto, o jagunço se enche de esperanças de conquistar a filha de Afrânio e decide permanecer na fazenda. "Sei que sô loco de te querê desse tanto", reflete ele, sozinho em sua casa. Após um suspiro, o filho de Belmiro faz mais uma promessa: "Ainda não sei de que jeito, só sei que vô fazê essa lôcura vira verdade". #Entretenimento #Conectados #Velho Chico