Após Santo e Tereza se encontrarem sem querer em Velho Chico, a próxima vez que esses dois compartilharem o mesmo espaço será mais carregado de emoção. Aliás, será carregado de ressentimento! Segundo a colunista do grupo O Globo, os antigos namorados terão uma briga feia nos próximos capítulos da novela das nove.

Tudo começa quando Tereza vai até a cidade para assistir a cerimônia de posse de Santo como presidente da cooperativa. A filha do coronel vê tudo, cheia de orgulho, mas volta para casa sem ter coragem de se aproximar do pai de seu filho. Já no caminho de casa, a jovem encontra um lavrador desempregado pedindo esmola.

Publicidade
Publicidade

Penalizada pela situação, ela promete ajuda e volta até a cooperativa.

A filha de Afrânio toma coragem e procura Santo. Tereza diz que precisa conversar, mas acaba não sendo bem recebida pelo novo presidente. "Pode ir, não quero conversar com você nem com ninguém de sua família!", decreta o líder do local. A visitante responde que não veio em nome do ódio das famílias, mas, sim, quer conversar em nome da gente de Grotas e do que os dois podem fazer por eles.

Santo se enfurece de vez e questiona o que Tereza tem para dizer "em nome dessa gente". "Que gente? Essa mesma gente que os Sá Ribeiro exploraram durante anos?", exalta-se o presidente da cooperativa. Então Tereza não se abala e responde que está pensando nos produtores que estão "vendidos a sua própria sorte".

Tereza destaca que essas pessoas precisam de alguém que olhe por eles e diz que voltou para trabalhar por todos.

Publicidade

Então Santo continua suas acusações perguntando onde a moça esteve nos últimos 30 anos. Afinal, de longe ela não poderia ter visto o sofrimento de ninguém. "Me diz! Onde você estava quando essa gente mais precisou?", insiste o filho de Piedade.

Mas antes que Tereza consiga responder, Santo continua despejando seu ressentimento: "você estava lá, ao lado do coronel, ocupada com os negócios de sua família. Enquanto essa gente estava aqui, sofrendo nas mãos daquele cão, você estava botando fruta no exterior". A filha de Afrânio tenta não se abalar com as ofensas do ex e explica que não foi até à cooperativa para atacá-lo ou para defender os interesses do pai.

Santo continua cego de ressentimento por Tereza e não a escuta. Ele diz que não acredita em um Sá Ribeiro e a mãe de Miguel não consegue ignorar as palavras do seu antigo amor. Então ela diz que não pode resolver suas dívidas do passado, por isso quer manter seu olhar no futuro e tentar ajudar a todos que necessitam.

Em seguida, Santo começa a ser cruel e afirma que a melhor maneira de Tereza ajudar é indo embora mais uma vez.

Publicidade

Cheio de amargura, ele diz que sabe melhor do que ninguém quanta desgraça acontece quando acreditam na palavra de um Sá Ribeiro!. "Acreditei um dia... E não há nada nesta vida de que me arrependa mais do que isto!", desabafa.

Tereza segura as lágrimas e insiste que as coisas podem ser diferentes dali em diante; e que pode ajudar a transformar tudo. Mas Santo insiste que não acredita em Terê, pois já perdeu toda a confiança na ex. Então a filha do coronel desiste de conversar com o antigo namorado e sai da cooperativa arrasada. #Entretenimento #Conectados #Velho Chico