A vida não está nada fácil para quem é seguidor do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-Rio). Após inúmeras críticas na internet por conta de suas falas a respeito do Estatuto da Família e ataques contra o Jean Wyllys (PSOL-Rio) em uma entrevista exibida no último domingo pelo Conexão Repórter do SBT, o parlamentar foi alvo de um protesto convocado pelo Facebook. Cerca de 50 pessoas se reuniram no Rio de Janeiro para pedir o afastamento do militar após ele homenagear o Coronel Brilhante Ustra, torturador e assassinado da ditadura militar brasileira. Bolsonaro já sinalizou que seu partido vai indicar seu nome para presidente da República nas eleições de 2018.

Publicidade
Publicidade

Mas o que chamou atenção na internet foi um a mulher que decidiu fazer suas necessidades em uma foto do parlamentar deixada no chão. Minutos antes havia acontecido um fuzilamento de “cuspes” nas fotos de Bolsonaro coladas na parede. A imagem, que sinaliza um protesto, rodou a internet.

Nas imagens, a mulher ainda não identificada chacota do parlamentar e ainda completa: “veio com milho”. Ao final do vídeo, ela é aplaudida.

Entenda

Tudo começou quando, na semana passada, durante a votação pela admissibilidade do Impeachment da presidente Dilma Rouseff (PT), o deputado Jean Wyllys terminou seu discurso dizendo que quem orquestra a deposição de Dilma é “golpista” e “canalha”. Ao passar por Bolsonaro, que fazia gestos e ironizava Jean, o deputado cuspiu em sua direção.

Publicidade

Logo depois, o baiano assumiu o ato  disse que não se arrependia. Imagens também mostram que o cuspe também foi revidado no momento pelo filho de Bolsonaro, Flávio, também deputado federal pelo estado de São Paulo.

Em entrevista para o SBT, Jean lembrou o fato e se surpreendeu pela imprensa não questionar a "violência psicológica diária que sofro todos os dias". Para ele, o cuspe foi um ato extremo. 

Quem também está usando do artifício para demonstrar desprezo foi o ator Zé de Abreu, da Globo. Após ser chamado de ladrão em um restaurante japonês por um casal, ele revidou e cuspiu. #Impeachment #Protestos no Brasil #Crise-de-governo