Bordão, segundo o dicionário online "Michaelis", significa 'palavra, frase ou expressão repetida muitas vezes'. E por falar em bordão, qualquer pessoa que tenha vivido no final dos anos 60 e durante os anos 70, ao ser questionada sobre qual seria a série ou filme que detinha o maior número de bordões da história cinematográfica, iria com certeza referir 'Perdidos no Espaço'. Esta série dos anos 60 mostrava a saga espacial da família Robinson, que a bordo da nave Júpiter 2 tinha como objetivo encontrar planetas habitáveis. Mas graças a um atrapalhado sabotador, que também se encontrava a bordo da Júpiter 2, eles ficaram fora de sua rota, ou seja, eles ficaram 'Perdidos no Espaço'.

Publicidade
Publicidade

Fique conhecendo os bordões que ficaram mais famosos

Aviso! Aviso! Perigo! Perigo! Perigo! Vinha do então adorável e cerebral Robô B9, que além de desempenhar o seu importante trabalho técnico, junto aos demais tripulantes da nave Júpiter 2, tinha também que suportar o já mencionado atrapalhado sabotador e covarde Dr. Smith que, em alguns raros momentos adoráveis, vinha com os seus famosos bordões. Destaque para o seu 'Never fear, Smith is here', que na tradução para o português ficou: 'Nada tema, com Smith não há problema'. Outras famosas frases do atrapalhado Dr. Smith: 'Paspalho lata de sardinha', referindo-se ao querido robô. Quando o Dr. Smith se encontrava em apuros ele vinha com o tradicional 'Oh dor! Oh dor!'

Outro bordão pegajoso e legal chegou na segunda temporada, capítulo 24, no episódio 'Revolta dos Androides', quando o androide Idak ia para o ataque com a seguinte expressão 'Esmagar...matar...destruir - Esmagar...matar...destruir -- Esmagar...matar...destruir'.

Publicidade

A série era tão poderosa que os seus bordões não ficavam restritos as frases mencionadas durante os episódios. Entre os destaques fora das histórias contidas nos episódios, surge a abertura dos episódios na terceira temporada com o '7, 6, 5, 4, 3, 2, 1 mais uma aventura por galáxias desconhecidas perdidos no espaço', e logo iniciava a trilha sonora do grande 'John Williams'. No final de alguns episódios vinha o aviso: 'Não percam na próxima semana no mesmo horário e canal, mais um filme da série perdidos no espaço'.

Abertura de 'Perdidos no Espaço' 3.ª Temporada: 

Além dos já citados Robô B9 (interpretado pelo ator Bob May) e Dr. Smith (interpretado pelo ator Jonathan Harris), a Júpiter 2 era o lar da família Robinson, composta pelo pai piloto John Robinson (interpretado pelo ator Guy Williams), pela mãe Maureen Robinson (interpretada pela atriz June Lockhart) e seus 3 filhos: o caçula Will Robinson (interpretado pelo ator Billy Mumy), Penny Robinson (interpretada pela atriz Angela Cartwright) e Judy Robinson (interpretada pela atriz Marta Kristen).

Publicidade

Completando a tripulação temos o copiloto Don West (interpretado pelo ator Mark Goddard).

A série foi produzida por Irwin Allen e teve 3 temporadas, entre 1965 a 1968. Apesar do grande sucesso na época, mas com um custo muito alto, a série acabou sendo suspensa sem que a tripulação da Júpiter 2 tivesse um desfecho final, que mostrasse eles voltando para o lar doce lar 'Planeta Terra', ou seja, eles estão 'Perdidos no Espaço' até hoje!.

O que você acha desta frase final, não daria um grande 'Bordão' também? #Seriados