Na noite deste domingo, 22, a apresentadora Ana Hickmann deu sua primeira entrevista a um programa de televisão após sofrer um atentado. Ela conversou durante quase 30 minutos com o 'Domingo Espetacular', da TV Record. A famosa foi vítima de um atentado de um fã, identificado como Rodrigo de Pádua. De acordo com a comandante do 'Hoje em Dia', depois de olhar muitas fotos do criminoso, ela lembrou que pediu que suas assessores o bloqueassem nas redes sociais. Ana revelou que Rodrigo estaria mandando mensagens obscenas para ela. O fã fascinado, no entanto, acabou criando diversos outros perfis na internet.

"Eu lembro de ter bloqueado ele.

Publicidade
Publicidade

Fiquei pensando horas porque eu tenho boa memória fotográfica. Quando me mostraram uma foto dela de braço levantado eu lembrei quem era ele", disse a comunicadora que passou por momentos de terror. Segundo Ana, Rodrigo queria o "mal" dela e ela jamais pensou que ele fosse capaz de tramar algo tão ruim. "A gente pode se preparar para tudo nessa vida. Perder um ente querido, por exemplo. No entanto, não tem como a gente prevê que uma pessoa assim possa estar querendo seu pior", disse às lágrimas a modelo.

O choro durante toda a entrevista levou o jornalista do 'Domingo Espetacular' a questionar em diversos momentos se ela queria parar a conversa. Ana, no entanto, mesmo fragilizada deu detalhes de tudo, como, por exemplo, quando ficou desfalecida nos braços da assessora, que em seguida levou dois tiros enquanto segurava a apresentadora.

Publicidade

"Eu acho que ela mexeu o corpo para que o tiro não pegasse na minha cabeça. Foram duas vezes que ele tentou me matar", disse a famosa. A assessora foi atingida na barriga e no braço e precisou passar por uma cirurgia de emergência. Ela ainda continua internada em um hospital de Belo Horizonte, em Minas Gerais. 

Sobre o que pensa de Rodrigo, hickmann falou que tentou até ficar com raiva dele, mas que só consegue ter pena e que espera que no local onde esteja, tudo possa ser refletido e que Rodrigo se torne uma pessoa melhor.  #Crime