A apresentadora Ana Hickmann revelou que achou que fosse morrer ao dar sua primeira entrevista após sofrer um atentado de Rodrigo Augusto de Pádua, um fã alucinado, que acreditava ter um namoro com a famosa. A entrevista foi dada neste domingo, 22, ao jornalista Vinícius Dônula do 'Domingo Espetacular', da TV Record. Chorando muito, Ana Hickmann revelou que achou que ia morrer. Ela contou ainda que chegou a desmaiar nas mãos da mulher do cunhado, que em seguida levou dois tiros, um no braço e outro na barriga. Ela está internada em um hospital de Belo Horizonte, em Minas Gerais. 

 "É dificil de acreditar que aquela imagem, a cena, as palavras, os tiros, que tudo aquilo aconteceu.

Publicidade
Publicidade

Parece cena de filme", disse a apresentadora chorando muito. A contratada da emissora de Edir Macedo achou que no início estava passando por um assalto ou arrastão Ela ainda agradeceu a Deus por seu marido, Alexandre, e o filho não estarem presentes no local. Quem acabou rendendo o fã fora de si foi Gustavo, Cunhado de Ana, que deu três tiros no criminoso. Dois foram efetuados na nuca e outro pegou no braço, segundo informações da Polícia Civil de São Paulo. 

 

Ana ainda deu detalhes sobre a abordagem. O 'Domingo Espetacular' conseguiu áudios que mostram a sequência dos acontecimentos. Um cabeleireiro que atenderia a apresentadora gravou tudo, fazendo do #Crime um verdadeiro espetáculo para televisão. A conversa de Ana ao jornalista da TV Record chegou a incríveis 22 pontos de pico, maior audiência do ano do canal.

Publicidade

O Ibope foi ainda maior pelo fato da Globo ter ignorado completamente o caso. 

Rodrigo de Pádua vendeu alguns bens para conseguir ter dinheiro para se hospedar no hotel de luxo mineiro. Um site de vendas da internet ainda exibe um aparelho de som e um televisor de plasma de 42 polegadas. Cada um deles vendido por R$ 950. Ele acreditava ser namorado de Ana. A apresentadora revelou que lembrou de ter bloqueado Rodrigo por conta de comentário obscenos. Ela, no entanto, jamais esperou uma reação como essa.  #Investigação Criminal