Ainda abalada com o atentado sofrido na tarde deste sábado (21), a apresentadora Ana Hickmann falou sobre a tentativa de homicídio. Em nota, a contratada da Record contou que nunca imaginaria que pudesse passar por algo assim. “Foi terrível!”, definiu.

Um homem de 30 anos, identificado como Rodrigo Augusto de Pádua, rendeu o cunhado da apresentadora em um hotel, no qual eles estavam hospedados. Ele obrigou o homem a entrar no quarto e, armado, ficou com os três como reféns durante alguns minutos, enquanto pronunciava frases sem fundamentos.

Rodrigo acabou atirando na direção de Ana Hickmann. Não atingiu a apresentadora, mas a assessora dela precisou ser hospitalizada com urgência.

Publicidade
Publicidade

O cunhado, Gustavo Côrrea, acabou entrando em luta corporal com o homem, o desarmou e deu dois tiros nele.

Ana Hickmann disse que está muito triste e abalada e pediu que todos rezem por sua cunhada, para que ela possa se recuperar o quanto antes.

De acordo com a nota emitida, a apresentadora já está em sua casa, na capital paulista. A esposa do seu cunhado e assessora, Giovana Oliveira, continua internada no hospital Biocor em Belo Horizonte. O tiro atingiu o abdome e o braço da mulher. O estado é estável.

Ana Hickmann e foi acompanhada do irmão do seu marido e da esposa dele para Belo Horizonte, para realizar o lançamento de sua coleção de roupas. O atirador abordou o cunhado de Ana por volta das 14 horas.

O marido da apresentadora, Alexandre Côrrea, estava em São Paulo, pois a viagem de Ana Hickmann era rápida.

Publicidade

Assim que soube de tudo o que aconteceu, ele foi para Belo Horizonte amparar a família. Ele disse que o seu irmão, mais novo do que ele, foi o herói.

Rodrigo postava declarações para Ana Hickmann

Em seu perfil pessoal no Instagram, o atirador, que tentou matar Ana Hickmann, postava declarações de amor para a apresentadora. Ele também reclamava de não ser correspondido e cobrava carinho por parte dela. Rodrigo chegou a postar foto do seu órgão sexual com mensagem para ela.

Depois de reconhecer o corpo, o irmão de Rodrigo disse que a família só descobriu que ele era fã da apresentadora há pouco tempo, através das redes sociais. Ele também contou que o irmão era bom e amoroso com todos e que não andava armado. #Famosos #Crime #Casos de polícia