Amber Heard apareceu no tribunal com um hematoma no rosto, alegando que seu marido, Johnny Depp, a tinha agredido fisicamente, e que ela era vítima de violência doméstica recorrente. O juiz emitiu uma ordem de restrição que exige que Johnny fique 100 jardas longe dela.

Fontes ligadas ao caso, e que estão a favor de Johnny, estão dizendo que Amber "é uma afronta às vítimas reais de violência doméstica.".

O juiz também deu a Amber o direito de viver na casa da família, mas rejeitou um pedido para proteger pelo menos um dos seus cães de Johnny. Amber ainda pediu US$ 50 mil por mês em pensão alimentícia conjugal, mas o juiz indeferiu esse pedido.

Publicidade
Publicidade

Heard apareceu com sua advogada, Samantha, e com fotos mostrando vários hematomas, como provas judiciais contra Deep. Ela afirma que Depp a tinha infligido várias vezes durante o seu casamento.

A foto que ilustra a matéria mostra Amber com um hematoma em torno de seu olho, que ela alega ter sido Depp, no último sábado (21) à noite. Heard afirma que a foto foi tirada logo depois dela ter sido violentada, afirmando que Deep tinha quebrado seu Iphone em seu rosto.

Amber afirma que durante o suposto ataque, Johnny teria quebrado vários objetos no apartamento. Ela também disse que estava no telefone com uma amiga durante a briga, e que quando Johnny pegou o telefone dela, ela gritou para a amiga: "Chame a polícia!". A amiga então ligou para o 911 e os policiais chegaram à residência.

Amber contou que quando os policiais chegaram Johnny já tinha fugido, por isso, tomaram um depoimento.

Publicidade

Os policiais deram a Amber um cartão de visita e lhe disseram para chamar se quisesse prestar queixa. Até onde sabemos, ela não retornou para os policiais.

Amber contou ainda que depois que ele supostamente bateu nela, ele lhe ofereceu dinheiro para que ela ficasse quieta, mas o que ela fez foi pedir o divórcio, nessa última segunda-feira (23) de manhã.

Amber diz ter um vídeo que prova um dos espancamentos, assim ela está solicitando uma ordem de restrição temporária, alegando que há uma ameaça imediata de violência contra sua integridade física e moral, mas Depp, depois do acontecido, teve que sair da cidade para promover seu novo filme. A advogada de Depp, Laura Wasser , apareceu para a defesa em seu nome.

Segundo os policiais, caso ela desse uma declaração de violência doméstica, eles iriam atrás de Deep para prendê-lo, porém ela se recusou a fazer isso. #Famosos #Televisão #Crime