Os familiares dos integrantes do Mamonas Assassinas, grupo cuja trágica morte completou 20 anos em 2016, reivindicaram mudanças no roteiro da minissérie que a Record prepara para ser exibida no segundo semestre.

Como consequência, o autor da trama, Carlos Lombardi, precisou reescrever algumas sequências, conforme informa a coluna do jornalista Flávio Ricco.

A medida ocorre após o novelista ter declarado em entrevista ao portal UOL que pretendia que a atração não fosse 100% baseada em fatos reais, ou seja, dando a possibilidade de que ele fizesse como em formatos americanos, apostando em detalhes diferentes dos ocorridos ao longo da trajetória da banda antes e depois da fama.

Aliás, Lombardi participou ativamente da escolha dos profissionais que atuarão na minissérie.

Publicidade
Publicidade

Os cinco membros da banda humorística serão vividos por Ruy Brissac (Dinho), Elcio Bonazzi (Samuel), Alberto Hinomoto (Bento), Adriano Tunes (Julio) e Sérgio (Vinícius de Oliveira).

Além de Vinícius, famoso pelo filme Central do Brasil, estarão na trama outros nomes conhecidos do público, como as atrizes Mariah Rocha e Cacau Melo, a ex-participante do Big Brother Brasil Flavia Vianna e o ator Fernando Pavão.

As gravações da minissérie já foram iniciadas em São Paulo, através de uma parceria da Record com a Fox e a produtora Endemol. O canal pago, inclusive, transmitirá os episódios após os mesmos terem ido ao ar pela emissora de Edir Macedo.

A ideia, inclusive, é que a produção chegue aos cinemas, tal qual aconteceu com a novela bíblica Os Dez Mandamentos, que repetiu o sucesso da TV nas telonas.

Publicidade

A Record pretende tornar o expediente de compactar obras com suas futuras histórias, ou seja, A Terra Prometida, folhetim que estreia em julho, também vem com uma versão no formato longa-metragem.

Em plano comercial recentemente divulgado, a Record anunciou que Mamonas Assassinas – A Série irá ao ar a partir de julho, na faixa nobre. A exibição deve ser diária, como ocorreu com outras minisséries, como Conselho Tutelar, transmitida no início desse ano. #Entretenimento