Foi ao ar na noite deste domingo (29) a entrevista no "Fantástico" com a jovem violentada por 33 homens. O caso tomou um rumo inesperado, pois o delegado responsável pelas investigações não está tão convicto de que a garota tenha sido mesmo violentada, uma vez que os exames já realizados mostraram algo diferente, mas só nos próximos dias teremos maiores informações.

Na entrevista para o "Fantástico", a garota contou o que todo mundo já sabe, sem nenhuma novidade para o caso. Entretanto, no finalzinho da entrevista, ela surpreendeu a todos com a resposta que deu à seguinte pergunta: "O que você deseja para os estupradores?". Sem pensar duas vezes, a garota respondeu: "uma filha mulher".

Publicidade
Publicidade

A hashtag #Fantastico se tornou o assunto mais comentado no Twitter e só se falava na entrevista da garota. Muitos elogiavam a resposta dada por ela, afinal o que se esperava é que ela dissesse que desejava a morte para eles, ou a prisão perpétua, ou um sofrimento igual ao que ela passou. Mas ela foi sábia ao responder "uma filha mulher", pois sabe que com isto eles irão sentir na pele e na alma o que o estupro representa na vida de uma mulher, ainda mais quando se tem apenas 16 anos.

Mas nem todo mundo está convencido do #Crime e as opiniões acabaram ficando divididas e tem muita gente achando esta história mal contada.

A reportagem feita pelo Fantástico foi considerada tendenciosa por muitos e outros acharam a história mal contada, principalmente pelo fato de que esta garota também deu entrevista para a Record e o SBT, sendo que alguns pontos continuam não sendo tão claros, mesmo ela já tendo contado os detalhes de tudo que aconteceu.

Publicidade

Por outro lado tem muita gente achando um absurdo o que estão fazendo com esta menina que após ser violentada por dezenas de homens ainda fica sendo xingada e ameaçada nas redes sociais, além de ser exposta a todos através das emissoras de televisão.

A jovem agora está sob a proteção da Justiça e já foi encaminhada para um local sigiloso, onde estará mais segura.

Enquanto isto, nas redes sociais, o assunto continua gerando muita discussão.

E você, o que achou? Deixe abaixo sua opinião!

#Violência #Rede Globo