O sexto episódio da sexta temporada de "Game of Thrones" começou com Meera e Bran seguindo caminho, após a morte de Hodor, no episódio anterior.

Enquanto é levado, Bran continua tendo suas visões, inclusive, vê o Rei Louco, Aerys II, pai de Daenerys. Depois, ele pede desculpas a Meera e diz que eles foram encontrados. Mortos-vivos aparecem para atacá-los, mas antes que isso aconteça, surge um cavaleiro com uma corrente com fogo. Ele acaba com os mortos-vivos e leva Bran e Meera com ele.

Sam e Gilly chegam a Monte Chifre, sede da Casa Tarly.

Publicidade
Publicidade

Gilly conhece a mãe e a irmã de Sam. 

Tommem conversa com Alto Pardal, que pergunta se o rei gostaria de ver Margaery. Os dois se encontram e Margaery diz que é difícil para as pessoas admitirem quem realmente são, mas que Alto Pardal a ajudou. Ela diz que Loras tem que se redimir porque os deuses têm um plano para todos.

Durante jantar, Sam e Gilly são humilhados pelo pai de Sam, que deixa Gilly ficar na casa com a condição de que ela trabalhe na cozinha e diz que Sam só ficará ali uma noite. Depois, no quarto, Sam se despede de Gilly. Ele volta segundos depois, pega Gilly e o pequeno Sam, leva a espada da família e fogem.

Arya assiste a mais uma peça de teatro. Após a apresentação, ela envenena o rum de Lady Crane.

Publicidade

Antes dela deixar o backstage, Lady Crane a vê e conversa com ela. Quando ela está prestes a beber o rum, Arya volta e derruba o cálice, impedindo que ela beba. Waif vê e conta para Jaqen H'ghar. Ele diz que é uma pena, pois Arya tinha muitos dons.

Jaime, o pai e a avó de Margaery e Loras chegam junto com seus soldados na escadaria do Septo, onde Margaery está de pé supostamente para fazer a Caminhada da Vergonha. Jaime pede que o Alto Pardal entregue Margaery e Loras. Jamie sobe as escadas a cavalo. Alto Pardal avisa que não haverá a Caminhada, pois Margaery já se redimiu de seus pecados ao trazer mais uma pessoa à luz dos 7. As portas do Septo se abrem e o rei desce as escadas. Ele dá a mão a Margaery, enquanto Alto Pardal diz que foi formada uma nova aliança sagrada entre a fé e a coroa.

Tommem dispensa os serviços de Jaime, pois quando a fé é atacada, a coroa também é.

Publicidade

Walder Frey está nervoso porque Blackfish reclamou Riverrun. Ele quer que os Freys peguem Riverrun de volta. Os jovens Freys dizem que eles não têm homens suficientes para tomar Riverrun, mas Walder não quer saber. Edmure Tully é trazido e Walder fala para ele se animar porque está indo para casa.

Jaime e Cersei planejam algo contra a Fé Militante.

Meera conversa com o cavaleiro, quando Bran acorda. O cavaleiro diz que a última vez que viu Bran ele era um menino. Ele mostra seu rosto e é Benjen Stark. Ele conta que um White Walker o cortou com uma espada de vidro e o deixou lá para morrer. Uma Criança da Floresta o encontrou e impediu que a transformação dele em um White Walker se completasse. Ben diz a Bran que quando o Knight King chegar, o sobrinho estará preparado o esperando.

Daenerys, Daario e os dothraki estão a caminho de Meereen. Ela encontra Drogon. Os dothraki ficam impressionados com o dragão e Daenerys diz a eles que não escolherá apenas três companheiros de sangue, e sim escolherá todos eles. 

#Entretenimento #Seriados #Game of Thrones