Atenção! O artigo a seguir explicita os eventos marcantes do sexto episódio (Blood of my blood) de #Game of Thrones e é desaconselhado que o público que não assistiu o episódio ainda, continue lendo.

O novo capítulo da saga, que foi ao ar neste domingo, dia 29 de maio, foi (até ao presente momento) o único da temporada sem mortes – e também sem Winterfell. Ao invés disso, o episódio deu foco nos contextos de Bran e Sam. Enquanto o jovem Stark encara as implicações da morte de Hodor, e foge dos caminhantes brancos, o companheiro de Jon Snow – e patrulheiro – vai para Monte Chifre com Gilly e o filho.

As tramas trouxeram surpresas.

Publicidade
Publicidade

E outros eventos preparam o terreno para mais uma batalha. Confira abaixo os destaques de “Blood of my blood”! 

1. A visão

Se iniciando exatamente onde o episódio anterior terminou, Meera segue fugindo dos caminhantes brancos carregando Bran Stark. O jovem enxerga mais coisas da história de Westeros, contudo, devido à morte do Corvo de Três Olhos, as visões surgem embaralhadas.

Bran vê vários flashes de cenas que já foram vistas no seriado, como o dia em que caiu da torre em Winterfell. Porém, além dessas visões comuns, algo novo surge, o rei louco Aerys II Targaryen.

Na mente do garoto, Aerys aparece pouco tempo antes de seu falecimento – durante a rebelião – ordenando que seus soldados “queimem todos”. Eis que a cena reafirma uma antiga teoria de Bran ser o culpado de tudo que houve em Westeros – leia aqui!

2. Retorno de Benjen Stark

Os caminhantes brancos alcançam Meera e Bran, e quando tudo parece estar perdido, alguém surge e coloca fogo nas criaturas.

Publicidade

Nos livros há um personagem conhecido como mãos-frias cuja identidade ainda não havia sido revelada, porém agora se sabe que é o tio Benjen.

A última vez que Benjen Stark foi visto, foi no início da série quando o patrulheiro saiu em missão ao Norte da Muralha. O tio revela a Bran que sua equipe foi atacada por caminhantes e ele havia sido abandonado para morrer e transformar-se em um deles. Os filhos da floresta o acharam e impediram sua transformação, fincando vidro de dragão em seu coração. Benjen manteve sua humanidade, todavia seguiu com certas características dos Caminhantes. Para a surpresa de Bran – e do público – ele sabia sobre a morte do Corvo de Três Olhos e sobre o Rei da Noite.

3. A espada Tarly

Sam chega em casa com Gilly e seu bebê, e mesmo com a recepção calorosa de sua irmã e mãe, o pai revela um tremendo desprezo pelo filho. Randyll descobre que Gilly é uma selvagem, e apesar da família não expulsar a garota e sua criança, Sam deveria ir embora para nunca mais voltar.

Entretanto, Sam decide escapar com Gilly e rouba a fabulosa espada Veneno de Coração da casa Tarly - feita de aço valiriano, uma arma bastante eficaz contra caminhantes brancos! #Televisão #Seriados