Jennifer Lopez, que é mundialmente conhecida por seus papéis no cinema, seus vídeos na internet, e suas músicas dançantes, está dando início a divulgação de seu novo trabalho, ainda sem data de previsão para lançamento ou nome definidos, mas já tem um primeiro single promocional, intitulado, “Ain’t Your Mama” – em tradução livre, “Não sou sua mãe”. 

J.Lo sempre que pode tenta dar poder às mulheres, seus direitos e força ao feminismo, que têm tido cada vez mais espaço na mídia, entre as celebridades e figuras públicas que estão começando a entender melhor qual a necessidade desta luta para o bem das mulheres no mundo inteiro.

Publicidade
Publicidade

Em seu novo clipe, "Ain't Your Mama", Jennifer passa a mensagem de que as mulheres não devem ser apenas as serviçais de seus companheiros, maridos e namorados, elas não são suas mães, mas sim suas amigas, companheiras e amantes.

A mulher não deve ser tratada apenas como alguém que está ali para servir aos homens, elas tem vontades, direitos e sonhos também. Por isso, em seu novo clipe, J.Lo cita um discurso da candidata a presidência dos Estados Unidos e ex-primeira dama, Hillary Clinton, durante a IV Conferência Mundial sobre a Mulher em 1996, que diz o seguinte: 

“Definitivamente, direitos humanos são os direitos das mulheres. E os direitos das mulheres são direitos humanos. É nossa vez de termos igualdade salarial e direitos para as mulheres americanas, de uma vez por todas. Essa não é uma simples reforma. É uma revolução de verdade.”

Diversas celebridades tem apoiado a causa defendida por Lopez em seu novo vídeo, como, Rihanna, Fergie, Kris Jenner (mãe Kardashian), Kourtney Kardashian, AllyBrooke Hernandez, B.

Publicidade

Scott e várias outras figuras públicas norte-americanas. 

Em resposta a publicação do vídeo da popstar com seu discurso, Hillary mencionou J.Lo pelo Twitter:

“Obrigada por isso. As mulheres são muito mais do que os papéis que já foram atribuídos”.

O novo clipe de Jennifer Lopez foi lançado há 3 dias e já acumula mais de 15 milhões de visualizações no Youtube.  #Entretenimento #Famosos #Música