Hollywood foi sacudida com a notícia que o astro do #Cinema americano, Jonhy Depp, um dos homens mais desejados do mundo, teria agredido sua esposa.

O ator teria surtado ao saber que sua esposa Amber Heard estaria tendo um caso com a top model Cara Delevingne e agredido a companheira.

Segundo o portal de notícias G1, o ator já tinha notado a aproximação da esposa com Delevingne já a algum tempo, e que por este motivo as crises de ciúmes eram constantes. Saibam mais sobre a separação conturbada do astro aqui.

Jonhy Depp agrediu a esposa com um celular

Amber Heard, foi até um tribunal nesta sexta-feira (27), e apresentou fotos do seu rosto com hematomas, provocados pela suposta agressão de Depp.

Publicidade
Publicidade

De acordo com Amber, Jonhy Depp em um ato de fúria, quebrou um iPhone em seu rosto.  A agressão teria acontecido no sábado (21). A atriz afirma que os episódios de violência doméstica eram constantes.

Ela disse que o ator a ofereceu dinheiro para não levar o ocorrido a público, porém a atriz se diz com medo do ator.

Por causa de supostas ameças do ator, Amber solicitou uma ordem de restrição temporária, Jonhy terá que ficar pelo menos a 100 jardas de distância dela.

Pedido de divórcio

A atriz entrou com o pedido de divórcio no dia 22 de maio, 15 meses após o casamento. O site TMZ, informou que Amber afirma que Depp também faz uso exagerado de cocaína e álcool, tornando-se violento em várias ocasiões.

Ela revelou que o marido quase nunca estava sóbrio. Que ele só mudava nos períodos em estava gravando, já que nestas ocasiões, ele contratava um terapeuta e chef para preparar suas refeições.

Publicidade

Contudo ao final das gravações o astro se entregava novamente as drogas e ao álcool.

Veja a declaração da atriz ao TMZ: "Johnny Depp estava muitas vezes paranoico e o temperamento dele era excepcionalmente assustador". Ela afirmou ainda que, "a paranoia, os delírios e a agressividade de Johnny aumentaram durante a relação. Assim como minha preocupação com o abuso de drogas contínuo dele".

Ciúmes

Amber já havia assumido sua bissexualidade em 2010, quando viveu um romance de três anos com uma fotografa, antes de começar o relacionamento com Depp.

O jornal "The Sun", informou que Amber e Delevingne estavam sempre juntas em festas e eventos enquanto Depp participava das gravações do #Filme 'Alice Através do Espelho'.

De acordo com o jornal as duas em várias ocasiões não fizeram questão de esconder que estavam flertando e que tinham uma relação mais íntima.

Depp nega as acusações. #Famosos