No último sábado (21), a apresentadora Ana Hickmann sofreu ataque por "fã", que invadiu seu quarto de hotel em Belo Horizonte armado e acabou sendo morto por seu cunhado, que também estava no local, assim como a sua esposa e assessora de Ana. E o caso continua ganhando novos capítulos e dando o que falar. Wanda, mãe de Rodrigo Augusto de Pádua, o fã de Hickmann, afirmou que a vida do seu filho foi tirada de forma cruel e que existia algo entre ele e a apresentadora.

A mãe de Rodrigo afirma que, apesar de todas as evidências mostradas até agora, o seu filho não tinha intenção de usar a arma de fogo que levou ao hotel em Belo Horizonte e usava no quarto de Ana Hickmann.

Publicidade
Publicidade

Ela defende que "tem muita gente metendo o pau" porque "não conhece". Wanda diz ainda que seu filho ficou "indefeso" e que, na verdade, Gustavo, cunhado de Hickmann, tinha a intenção de matá-lo. Ela ainda critica a investigação que está sendo feita pela polícia e garante que a verdade aparecerá. De acordo com ela, seu filho "nunca mexeu com arma" e argumenta que "até do Exército" ele foi dispensado, pois queria estudar.

Para completar, Wanda ainda disse que acredita que seu filho e Ana Hickmann "tinham algo". A mãe do "fã" garante que ele não enfrentaria isso se "não tivesse alguma coisa". Ela diz que ainda há muita coisa a ser descoberta e que tudo será esclarecido, incluindo as "contradições" da apresentadora. "Existia algo entre ela e ele", garante.

Wanda diz que começou a não acreditar bem nos fatos divulgados ao ver o corpo de seu filho morto.

Publicidade

Ela diz que ele estava com boca, testa, olhos e queixo machucados, e que havia uma marca de mordida no braço dele. Wanda também acredita que o tiro que Giovana Oliveira, esposa de Gustavo, levou não foi dada pelo seu filho, e sim pelo próprio Gustavo; ela acha que ele atirou e o tiro acertou Giovana, pois seu filho já estaria imóvel nesse momento.

O advogado de Gustavo falou sobre essas declarações e minimizou o ocorrido, afirmando que Wanda é a "parte passional" do crime, mas o que vale é a "parte técnica". #Famosos