Desde o ano de 2011, quando estreou na #Televisão, "Game of Thrones" ganhou o posto de maior seriado da HBO, encantando fãs no planeta inteiro, deslumbrados por seus contos de intrigas, duelo pelo poder, pelo afeto, pela reputação e pela riqueza, ambições que giram em torno da vida dos personagens ficcionais dos Sete Reinos de Westeros, em uma época inspirada na era medieval e agregando noções sobrenaturais.

Sendo assim, a sexta temporada já estreou no mundo inteiro, inclusive no Brasil, onde bateu recorde de audiência.

Os fãs dos livros tendem a distinguir as discrepâncias entre os livros de George R. R. Martin e o que foi ajustado para a televisão.

Publicidade
Publicidade

Estes fãs estão preocupados com esta recém-lançada temporada, pois ela está avançada. Exatamente. A HBO se adiantou e está ampliando os roteiros da série sem um livro para se fundamentar, já que o lançamento do sexto volume da saga – anteriormente previsto para ser lançado este ano – foi adiado.

Os roteiristas de GOT, logicamente, contam com o auxílio do autor, que escolta toda a produção de perto. Martin é meio confuso com prazos e todo livro de sua saga tarda muito a sair. No princípio, ele foi mais ágil. O primeiro volume da série saiu nos EUA em 1996, o sucessor em 1998, o terceiro no ano de 2000 e a partir daí a coisa desandou… O quarto veio a ser lançado apenas em 2005 e o volume cinco, em 2011. O sexto foi procrastinado indeterminadamente e o sétimo... Bom, enquanto há vida, há esperança.

Publicidade

Mas, a pergunta que não quer calar é: o que George R. R. Martin está fazendo ao invés de escrever?

Na tentativa de desvendar o que conserva o autor ocupado, um programa estadunidense descobriu, ao entrevistá-lo. Veja as fotos na galeria no alto à esquerda: 

  1. Ele gosta de brincar dentro de uma bola enorme;
  2. Compra carros esportivos elétricos descolados;
  3. Faz bolhas de sabão durante a tarde;
  4. Alimenta seu blog;
  5. Pula “à vontade” em sua própria cama elástica;
  6. Condecora astros de Hollywood.

Calma! Não precisa ter um ataque de fúria e passar horas imaginando a morte de George R. R. Martin, pois tudo foi parte de uma brincadeira do programa. Algumas imagens de fato são verdadeiras, porém, outras foram encarnadas pelo sósia do autor.

Mas a real questão, é que o escritor está no meio de um bloqueio criativo e de fato atrasou todo o processo de desenvolvimento da obra. Serão necessários meses ainda para que ele consiga finalizar e publicar “Os Ventos do Inverno”, segundo palavras do próprio George. #Literatura #Game of Thrones