No "Programa do Ratinho" desta terça-feira (24), no SBT, mais um tema polêmico serviu de alvo para o apresentador expor seu ponto de vista, e ele fez duras críticas à Lei Rouanet, que vem sendo criticada nas redes sociais e por vários políticos, acusando artistas #Famosos de conseguirem captar dinheiro por meio dessa lei e ainda assim cobrarem do público, com a venda de ingressos, trabalhos musicais, entre outros.

Ratinho apresentou uma listagem que mostra alguns dos famosos que entraram com pedidos juntos à Lei Rouanet para conseguirem autorização para captação de recursos junto à empresas que poderão deduzir no imposto de renda.

Publicidade
Publicidade

O primeiro da lista é o pedido de R$ 1,5 milhão para o filme "Vilão da República". O segundo da lista foi MC Guimê, que entrou com um pedido de autorização para captar junto a empresários a soma de R$ 516 mil para a produção de um DVD.

O apresentador continuou mostrando a lista, e o próximo foi um pedido para o projeto "O mundo precisa de poesia", de Maria Bethânia, mas Ratinho lembrou que a cantora depois desistiu de captar este recurso.

Mas quem recebeu mais críticas de Ratinho foi o cantor Luan Santana, que está tentando captar R$ 4,1 milhões para sua nova turnê "Nosso Tempo é Hoje Parte II".  Ratinho ainda detonou o rapaz: "Luan Santana, é sacanagem. Você num cobra ingresso? Se você cobra ingresso não pode pegar dinheiro do governo. Isso é uma baita de uma sacanagem."

"Turnê Detonautas" era o próximo projeto da lista, pedindo R$ 1 milhão.

Publicidade

Em seguida veio a cantora Cláudia Leitte, também muito criticada pelo apresentador do #SBT ao ver que ela pediu R$ 5,8 milhões. Ratinho fez questão de dizer que não sabia se aquelas solicitações foram aprovadas, mas que todas elas foram solicitadas junto ao governo pela Lei Rouanet e ele ainda mandou seu recado: "Se me encher o saco eu mostro quem foi aprovado."

E as críticas não pararam por aí, o próximo da lista era uma solicitação para o filme "Brizola, Tempos de Luta e Exposição - Um brasileiro chamado Brizola", que pediu o valor de R$ 1,9 milhão.

Teve também o pedido para "Concertos aprovados", sem o conhecimento do grande maestro João Carlos Martins e o valor era de R$ 25 milhões. Ratinho ressaltou que todos os brasileiros pagam impostos, até mesmo quando compra uma lata de óleo de soja e lembrou que quem está em casa assistindo o programa também está pagando esses impostos e consequentemente, contribuindo nestas doações para projetos de artistas milionários.

Até pedido para o musical e turnê do Shrek teve, no valor de R$ 17,8 milhões e o "Circo de Soleil", da França, veio ao Brasil pedir R$ 9 milhões e Ratinho contou que esse circo cobra R$ 400,00 por cada ingresso.

E nem pense que as críticas pararam por aí. Assista ao vídeo e logo abaixo deixe sua opinião, dizendo o que você pensa sobre a Lei Rouanet.

#Televisão