Para quem não é totalmente familiarizado com o termo “easter egg”, ele faz menção a surpresas ocultas em cenas de #Seriados ou filmes que guardam segredos. Poucas pessoas conseguem encontrá-los, já que a mensagem pode não ser clara ou conhecida por todos.

A série “#Game of Thrones” também reservou alguns destes tesouros ao longo de suas temporadas. Os showrunners do seriado, David Benioff e Dan B. Weiss são famosos por gostar de inserir easter eggs em suas produções, ainda que você não tenha notado. Levando em conta a audiência gigantesca de GOT, claro que alguns fãs atentos iriam encontrar estes detalhes escondidos. Aqui estão listados os melhores deles, e é possível olhar as imagens na galeria.

Publicidade
Publicidade

Atenção! O conteúdo da matéria pode conter spoilers

Presidente empalado

Na primeira temporada, Joffrey obriga Sansa Stark a olhar a cabeça de Ned, seu pai que foi executado por – falsa – traição. Na cena há outra cabeça bastante famosa, a do ex-presidente norte-americano George W. Bush. Os produtores garantiram que era apenas uma brincadeira e não houve conotação política, mas de fato era Bush entre os degolados de Porto Real.

Gandalf no trono de ferro

Determinadas espadas saídas de filmes famosos, foram discretamente camufladas no trono pertencente ao Rei de Westeros. Como Glamdring, a espada de Gandalf - Senhor dos Anéis – é possível vê-la no trono. Este easter egg foi acrescentado, possivelmente, para fãs de longas medievais gastarem horas avaliando todas as lâminas na expectativa de achar suas preferidas.

Publicidade

George R. R. Martin tem um Dragão preferido

Viserys Targaryen, irmão de Daenerys, menciona o nome de determinados dragões que tiveram seus crânios conservados na Fortaleza Vermelha, até que o Rei Robert os deslocasse de lá. Um deles chamava-se Vermithrax, sendo uma homenagem modesta ao dragão preferido de George R. R. Martin - autor de “As Crônicas de Gelo e Fogo” que originou a série – retirado do filme Dragonslayer (1981).

Rock ‘n’ Roll Westeros

Durante os movimentados e intensos conflitos em Westeros, algumas participações especiais passaram despercebidas. A banda britânica Coldplay, já emprestou seu baterista Will Champion, para a terceira temporada de GOT, onde ele pode ser visto no catastrófico Casamento Vermelho. Os outros integrantes já foram figurantes no casamento de Joffrey. A banda Mastodon também desembarcou no seriado e foi direto para uma cena de batalha contra os Caminhantes Brancos.

Desconhecidos?

A Casa do Preto e do Branco tem estado em evidência, em particular quando enfim foi desvendado o que há em seu subterrâneo.

Publicidade

Há muito além do que se pode ver! Os rostos dos criadores do seriado, podem ser encontrados, do mesmo modo que diversos componentes da equipe, amigos e familiares.

Mindinho que tudo sabe

Em diálogo com Robyn Arryn, Petyr Baelish diz o seguinte: “Pessoas falecem em mesas de banquete. Falecem em seus leitos. Falecem até de cócoras em suas privadas. Todos morrem cedo ou tarde. ” Compreendeu? Mindinho antecipou três consideráveis mortes. Joffrey é envenenado em seu casamento, Shae morre em sua cama e Twyin Lannister, no sanitário. As conversas da série podem colocar minúcias extraordinárias sem que você note.

R+L = J

Para o universo de Game of Thrones existem inúmeras teorias. A intitulada “R+L=J“ é a mais famosa e defendida de todas. De acordo com ela, Jon Snow não é bastardo de Ned Stark, mas sim fruto da relação entre Lyanna Stark e Rhaegar Targaryen. Dada a tamanha popularidade da hipótese, os produtores resolveram colocar um rastro para os fãs na primeira temporada. As iniciais R e L aparecem visivelmente próximas a Jon.

Quanto à veracidade da teoria, só George Martin e sua lenta escrita poderão dizer. #Televisão