O ator Aleph del Moral está desaparecido desde quinta-feira (16), quando saiu da serra de Macaé para o Rio de Janeiro. Segundo amigos e familiares de Aleph, ele estava no Sana, onde mora com sua mãe. A irmã do ator, Durga del Moral, acredita que ele possa estar circulando pelas ruas de Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, onde foi visto recentemente.  

O caso ficou registrado na delegacia de Casimiro de Abreu, no interior do Rio de Janeiro. Investigadores estão empenhados na localização do ator.

Graça Ballalai, amiga da família, também relatou que Aleph  teria deixado a casa da mãe escondido na quinta-feira, 16, e que só tiveram notícias de seu paradeiro no sábado, 18, através de uma ligação, que informou que ele estaria na Praça São Salvador, no bairro das Laranjeiras, Zona Sul do Rio.

Publicidade
Publicidade

A mãe de Aleph,  Heloísa del Moral, que é idosa, foi até o local e o procurou por toda a semana, porém não o encontrou. Heloísa teria falado à amiga Graça que ele a abraçou forte na quinta e que perguntou ao filho se ele iria sair, mas ele negou. "Foi só o tempo dela ir até a sala e o Aleph já tinha saído", disse Graça.

Durga contou que ele sofre de esquizofrenia desde a infância, e que têm hábito de sumir. Aleph já teria passado sete meses fora de casa em 2015, sendo encontrado em Osasco, São Paulo. Quando foi encontrado apresentava hábitos de pessoas que são moradores de rua. Em 2015 ele ficou internado em uma clínica por 16 dias, retornando para a residência de sua mãe no Rio. Desde então só voltou a sumir agora.

A preocupação dos parentes em encontrar-lo é grande. Como ele costuma viajar para outros estados quando desaparece, a irmã do ator teme que seja "muito difícil encontrar alguém nesse país tão grande", explicou. Ela também contou que ele faz uso de um medicamente antipsicótico e que quando está desaparecido para com o tratamento.

Publicidade

Durga acredita que, com a divulgação da notícia do desaparecimento do ator, ele esteja "um pouco mais seguro", pois a população irá compreender que ele é "doente e não usuário de drogas".

Amigos e familiares estão divulgando constantemente o caso nas redes sociais para poder ajudar.

#Famosos #Novelas #Casos de polícia